A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

10/01/2011 17:24

Concurso abre 53 vagas para professor do Instituto Federal de MS

Jorge Almoas

Oportunidades são para sete municípios de Mato Grosso do Sul

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) publicou edital de seleção para 53 vagas de professor para ensino básico, técnico e tecnológico. As oportunidades são para os municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas.

Os cargos são para as áreas de Agricultura, Alimentos, Informática, Metalurgia, Artes/Música, Ciências Agrárias, Edificações, Eletrônica, Eletrotécnica, Filosofia, Sociologia, Administração, Matemática, Química, Geografia e Português, com habilitação em Libras, Inglês e Espanhol.

A carga horário é de 40 horas semanais, a princípio, podendo ser distribuídas nos turnos da manhã, tarde, noite e/ou aos sábados pela manhã.

O vencimento inicial varia de R$ 2.130,33 (graduação e carga horária de 40 horas) a R$ 6.106,51 (doutorado e dedicação exclusiva).

As inscrições serão abertas no dia 24 de janeiro e terminam em 28 de fevereiro, apenas pelo site www.ifms.edu.br. Quando se inscrever, o candidato precisa indicar qual o município e subárea a que pretende concorrer.

Para solicitar isenção da taxa de inscrição (R$ 120,00), os candidatos devem fazer o pedido entre os dias 24 e 27 de janeiro.

O concurso compreende três fases: provas escrita (dissertativa) e didática, ambas de caráter eliminatório e classificatório; e prova de títulos, de caráter classificatório.

Todas as etapas serão realizadas no período de 25 a 27 de março de 2011, em Campo Grande.

Prefeitura atualiza link para baixar ficha de inscrição em seleção da SAS
A prefeitura de Campo Grande atualizou o link, onde disponibiliza a ficha de inscrição para participar do processo seletivo para contratação de 468 t...
Governo divulga resultado de recursos de concurso cujo salário é R$ 23 mil
Está no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul desta quinta-feira (22) o resultado dos recursos apresentados à prova do Concurso Público para Procurado...
Encerram no dia 7 de julho inscrições de concurso da Câmara com 20 vagas
Terminam no dia 7 de julho as inscrições do concurso público da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo, distante 103 quilômetros de Campo Grande. No ...



È vergonhoso ver o descaso que se tem com á educação neste país.A educação é o futuro de um país!Tem que investir mais na educação, pagar um salário descente aos professores e para de dar mordomia pra vagabundo!!!!!!
 
Nayra Ferreira em 22/03/2011 10:30:39
Cuidar de bandido nunca sera mais gratificante educar uma criança . A criança é esperança do futuro e obandido é o fim de uma historia .
 
miguel chaparro em 15/01/2011 09:22:22
De fato "nunca na história desse país valorizaram os professores"....salário baixo é reflexo do descaso com educação,pois um DOUTOR ,na área de educação, dedicou anos de estudo.O pior é o contentamento de muitos e o desconforto de outros em não conseguir uma vaga em uma instituição federal de educação,pois tanto em escolas quanto em universidades,públicas ou particulares, prosperam o desconforto do salário em um e a instabilidade de emprego no outro.Não há professores suficiente no mercado em breve,no máximo dez anos,estaremos em umm completa defasagem na categoria.Sem contar que um professor ,graduado apenas,ganha o dobro de salário em instituições particulares."Que país é esse"....
 
Fábio Luiz(FABÃO) em 14/01/2011 10:06:55
professores de campo grande/ms não participem desse concurso e quem sabe a insttç...aumentará o salario igual aos dos agentes penitenciarios.
 
nivaldo moreira em 14/01/2011 03:05:00

Marcos,
acompanhando o seu raciocinio, daqui há alguns anos não teremos mais Professores e apenas Agentes Penitenciarios, visto que é mais Vantajoso "cuidar" dos Bandidos do que "educar" as nossas Crianças.
 
Euler Rolon em 13/01/2011 10:11:54
Como um agente penitenciário FEDERAL recebe por seus serviços (cuidar de um detento) quase 6.000,00 reais (início de carreira) e um professor FEDERAL recebe por seus serviços (educar) 2.000,00 reais? Uma vergonha e amostra de como o professor é tratado pela sociedade. Com certeza daqui a duas gerações ou menos a educação ruirá e essa educação que conhecemos de sala de aula vai acabar. Isso devido a desvalorização crescente d o profissional e da própria educação que já não cumpre seu papel.
 
Marcos Alexandre em 13/01/2011 09:18:42
Tooooma...bem feito!!!
 
Zuviscoviski Oliver Capriana em 11/01/2011 01:32:54
Espero que dessa vez o concurso seja mais claro. Me refiro aos critérios de desempate, às provas práticas de regencia. Tanto suspense e silêncio por parte da instituição aumentam as suspeitas de irregularidades. Mesmo assim fico feliz por ver que em nosso estado o IFMS (pelo que parece até o momento procura melhorar a vida de nossos cidadãos e qualificá-los).
 
Felipe Alves em 10/01/2011 06:04:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions