A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 27 de Maio de 2017

22/10/2012 08:35

Maioria rejeita proposta de cotas para negros em concursos públicos

Marta Ferreira

A maioria dos leitores que participou da enquete da semana passada do Campo Grande News rejeitou a proposta ainda em fase de elaboração, pelo Governo Federal, que prevê a criação de cotas para negros nos concursos para o serviço público federal.

Dos que responderam à pergunta, 85% se disseram contra a ideia e 15% concordaram com ela.

Nesta semana, a pergunta é sobre o polêmico Horário de Verão, que começou neste fim de semana, com o propósito de economizar energia, principalmente nos horários de pico de consumo.




Eu não sou de Mato grosso do sul tenho um avô que é negro, torci muito para Obama ser presidente e nem por concordar com cotas para concurso significa que sou racista, até acho interessante cotas para as universidades. Mas cotas para concurso é piada, fere o principio da eficiência claramente, além de o único requisito em concurso deveria ser a meritocracia. Não dá para negar que cotas para concurso é diferente de cotas em universidades, esse é como se fosse um programa do próprio governo para melhorar a qualificação da educação superior, aquele é tipo um sacramento constitucional e tudo que o fere a condição de igualdade para mim é ato criminoso.
 
Thiago Lima em 13/11/2012 08:30:40
Lógico que é um absurdo! Primeiramente, essas ações afirmativas nasceram dos EUA, e lá as percentagens são pequenas, cerca de 5%, combinadas com outros fatores, tipo: classe social, histórico da pessoa, boa atuação comunitária. E essas ações ñ ocorrem no funcionalismo. Observando q essas ações foram tão divergentes q estão praticamente morta por lá! Aqui, é uma tremenda demagogia, pois já existem cotas nas universidades, o que, por levar em conta a cor da pele, é desigual. Pq a educação pública de péssima qualidade agride qq pessoa, tanto faz a cor da pele. Porém, é até tolerável isso na universidade, apesar de ferir de morte a CF. Por outro lado, mesmo sendo parda (sei lá) e pobre, acharia ridículo isso no concurso, que preza pela igualdade e eficiencia no serviço público. PT chega de cota
 
Pamela Castro em 07/11/2012 17:52:04
ISSO E UM ABSURDO, SOU PRETO E ORIENTAL, SERÁ Q O GOVERNO NÃO VAI CANSAR DE NOS OFENDER NOS TRATANDO COMO RETARDADOS SEM CAPACIDADE DE NOS DESTACAR EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO COMUM! O PRÓXIMO PASSO DE CERTO SERÁ VOLTAR AO TEMPO DO APARTHEID, E CONSTRUIR ESCOLAS PARA PRETOS, ESCOLAS PRA JUDEU, PRA MUÇULMANO , PRA JAPONES E PRA BRANCO, E O FIM DA PICADA, chega não somos retardados queremos respeito e não ilusão!
 
Menelique zulu oshiro em 22/10/2012 20:15:10
O governo deve oferecer estudo de qualidade para todos, ricos, pobres, negros e claros. Enquanto não equalizar as condições de ensino das instituições públicas com as privadas, teremos este tipo de situação desagradável e desrespeitosa para com todos. A sociedade tem que perceber que o problema está enraizado na corrupção existente na política brasileira, haja vista que somente teremos estudo digno, saúde descente, infraestrutura necessária e segurança eficiente, quando começarmos a combater a corrupção e quem gera a corrupção, os corruptos. Entretanto existe um grande problema para se acabar com a corrupção, se chama cultura, e a cultura das maiorias das família brasileiras é que, quem se dá bem utilizando de meios ilícitos, é o experto da situação. Corrupção deve ser punida com rigor.
 
Murilo Sançana França em 22/10/2012 14:23:13
Sou negro, sou contra as cotas, sou aprovado em concurso público e ganho relativamente muito bem. Só que onde esta os verdadeiros problemas a lei não consegue resolver, entre vários motivos vou citar um deles. ( a maioria das empresas não comentam, mas quando selecionam pessoas de boas aparência sempre dão prioridades as de pele branca ), isto é ruim para aqueles jovem de cor negra que são competentes e que precisam trabalhar, são pessoa do povo com necessidade igual a de qualquer outro. Sei que muitos irão descordar da minha opinião, mas nunca sentiu na pele um olhar de reprovação porque nunca foram negra.
 
jorge ferreira em 22/10/2012 12:49:57
Em verdade, só ressalta que 15% provavelmente não entendem como a cota é contraditória, uma vez que figura extremamente racista em oposição à suposta igualdade que deveria criar.
Afirmar a cota é dizer que os negros não teriam capacidade de ingressar em estudos ou carreira sem ela. Um absurdo.
 
Juliano Mendonça em 22/10/2012 11:43:00
Com a aceitação das cotas os proprios negros estão se colocando inferiores. Todos tem direitos iguais.
 
EDILENE ROCHA em 22/10/2012 11:29:02
O único valor que tem essa pesquisa é o de reforçar o quanto é conservadora a sociedade sul-mato-grossense.
 
Anita Ramos em 22/10/2012 10:14:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions