A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 29 de Março de 2017

27/05/2014 16:03

MPE pede suspensão de concurso com 480 vagas na saúde em Dourados

Marta Ferreira

Recomendação expedida pelo Ministério Público Estadual em Dourados pede a suspensão imediata de processo seletivo simplificado para a contratação de 480 servidores da área da saúde no município. O concurso foi realizado pela Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados), com o objetivo de preencher vagas no Hospital da Vida e na Unidade de pronto Atendimento Médico (UPA-24h).

A recomendação da Promotoria do Patrimônio Público, segundo informaçõs do site Dourados Agora, diz o certame não foi realizado de forma como determina a Constituição. O entendimento do MPE é que foi prejudicado caráter competitivo da disputa.

O tempo de inscrição, entre quinta (22) e domingo (25), foi considerado muito escasso. A Promotoria afirma que o prazo mínimo previsto na Legislação é de 45 dias de prazo para a inscrição dos candidatos. Outra ilegalidade apontada pelo Ministério Público Estadual é o fato de o processo seletivo prever apenas prova de títulos, desobedecendo a Constituição, que admite apenas duas modalidades de concurso: o que tem apenas provas objetivas e o que tem, além das provas, a análise dos títulos do candidato.

De acordo com o MPE, a ausência da prova fere o princípio de igualdade, porque “exclui da competitividade os candidatos mais jovens e pobres, que via de regra não tiveram oportunidade de formar amplo currículo”. Também foi considerado ilegal a não previsão, no edital, de um quadro de cargos e carreiras.

A recomendação pede a suspensão do concurso e dá prazo de 48 horas para a Fundação remeter à Promotoria cópia dos atos que foram adotados para a execução do que foi sugerido. Caso não seja acatado o pedido, vai tomar as medidas legais.

Resposta - Ao Dourados Agora, o secretário de Saúde de Dourados Sebastião Nogueira, disse que ainda não havia sido comunicado sobre a recomendação do Ministério Público, mas que pretende acatar eventuais pedidos que cheguem até a Secretaria. O secretário explicou que o processo seletivo simplificado, ou seja teve o objetivo de atender demandas urgentes.

“No próximo dia 30 de julho vence o contrato com o Hospital Evangélico na administração do Hospital da Vida. Em junho temos que fazer a ativação da UPA 24 horas e para que isso aconteça é necessário fazer a contratação de servidores”, justificou, segundo o Dourados News. .

Ao todo, 2 mil pessoas participaram do processo seletivo em Dourados. Se for mantido, o certame entra em fase de análise dos currículos e capacitação dos novos servidores. O secretário acredita que sejam necessários seis meses para um novo processo.

Funsat Itinerante visita três bairros nesta semana em Campo Grande
Três bairros serão visitados nesta semana pelo programa Funsat Itinerante, realizado pela Funsat (Fundação Social do Trabalho) em Campo Grande. Os tr...
Funsat oferece hoje vagas para açougueiro, biomédico e caixa de loja
A Funsat (Fundação Social do Trabalho) oferece vagas para acabador de mármore e granito, arte-finalista, assistente de vendas, auxiliar de contabilid...
Processo seletivo do MPE com 244 vagas de estágios inscreve até dia 8
O MPE (Ministério Público do Estado) está com inscrições abertas para 244 vagas de estágio. O prazo de inscrição termina em 8 de maio. A prova escrit...
Concurso da UEMS com salários de até R$ 2,2 mil inscreve até dia 24
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) está com as inscrições abertas para 57 vagas em níveis médio e superior com salários de R$ 1.572...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions