A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Março de 2017

17/01/2012 16:06

Presidente do TJ anuncia concurso para cartorário em MS ainda neste ano

Paula Vitorino

Após a posse de 18 cartorários aprovados em concurso público, nesta manhã, o presidente Luiz Carlos Santini, informou que será aberto novo processo seletivo ainda neste ano. Segundo ele, as vagas de cartórios disponíveis precisam ser ocupadas e o TJ deve lançar o edital entre o 1º e 2º semestre de 2012.

De acordo com o TJ, 59 cartórios serão disponibilizados para provimento de vagas por meio de concurso. A substituição dos titulares por aprovados em concurso atende a determinação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Todos os cartórios que tiveram troca de titulares depois de 1988 devem ter o cargo disponibilizado. O TJ não soube informar se outros cartórios além dos 59 disponíveis e dos 18 que já tiveram a posse do novo titular estão em situação irregular. Em todo o Estado, segundo o TJ, são cerca de 165 cartórios e em Campo Grande são 13.

O último concurso público foi feito em 2008, mas só hoje os aprovados foram empossados, já que desde a realização do concurso os antigos titulares entraram com medidas judiciais.

A juíza auxiliar do TJ, Elizabete Anache, explica que apenas sete cartórios disponibilizados para o concurso da época não estão sub judice – 2 em Aquidauana, Dois Irmãos do Buriti, Coxim, Dourados, Sonora e Nova Andradina.

No caso dos demais, os titulares podem ser afastados a qualquer momento caso o antigo titular consiga mandado de segurança. “Os candidatos foram informados da situação dos cartórios quando escolheram os locais, mas agora depende do procedimento judicial”, diz.

Dentre os 18 empossados hoje, quatro assumem cartórios da Capital: quatro cartórios passam a ter titulares concursados: 3º Cartório de Notas, 3º Cartório de Protesto, e 7º de notas e Cartório de Registro de Imóveis da 2ª Circunscrição.

Os outros 14 empossados hoje assumem cartórios das cidades do Interior. De acordo com o TJ, eram esperados um total de 21 cartorários para a solenidade, mas dois não compareceram e um pediu prorrogação de 15 dias.

UEMS abre concurso público para 57 vagas com salário até R$ 2.246,88
Tem início nesta quinta-feira, 23, às 17h, e se estenderá até às 17h do dia 24 de abril, o período de inscrições no concurso público que a UEMS (Univ...
Concurso da UEMS oferece 57 vagas para atuação na Capital e interior de MS
Com 57 vagas disponíveis para pessoas com formação nos níveis médio e superior, a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) inicia às 17 hor...
Funsat oferece vagas para atendente de telemarketing, biomédico e borracheiro
A Funsat (Fundação Social do Trabalho) oferece nesta quinta-feira (23) diversas vagas de emprego em Campo Grande. Também há vagas para pessoas defici...



Esse tal "MANDADO DE SEGURANÇA" é como se fosse um Boletim de Ocorrência,ou a sra. Sonia Fatima ia gostar que entrassem em sua casa e levassem todos os seus pertences sem direito de recorrer a justiça?
Ilegal ninguém está,afinal estamos falando em cartórios e não em presidência de bairro. Caso não saiba isso só envolve justiça!
Pense bem antes de fazer alguma crítica sem antes saber o que se passa
 
Kelly Corrêa em 17/01/2012 08:18:09
Sra. Sonia Fátima acha mesmo justo que algo que sua família levou anos para construir e levar a diante ser tomada por pessoas, que claro estudaram para isso, porém não tiveram capacidade de montar seu próprio negócio?
A sra. acharia justo que sua casa fosse tomada pela prefeitura para que naquele local fosse construída uma pracinha ?
Vergonha, é querer tomar posse daquilo que não te pertence.
 
Kelly Corrêa em 17/01/2012 08:14:12
Ja era a hora, pois os concursados estudaram pra isso é mais do que justo, se os antigos estão ilegal sem serem concursado por que essa tal de MANDATO de Segurança, isso é uma vergonha,
 
sonia fatima em 17/01/2012 06:14:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions