A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Junho de 2017

19/04/2016 07:40

Presidente sanciona lei que proíbe revista íntima de funcionárias no trabalho

Caroline Maldonado

Foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff (PT) a lei que proíbe revista íntima de funcionárias nos locais de trabalho. Com isso, empresas privadas, órgãos e entidades da administração pública, direta e indireta, ficam proibidos de adotar qualquer prática de revista íntima de suas funcionárias e de clientes do sexo feminino.

Em caso de descumprimento, será aplicada multa de R$ 20 mil ao empregador. Os valores serão revertidos aos órgãos de proteção dos direitos da mulher.

Em caso de reincidência, a multa será em dobro. O valor dobra independentemente da indenização por danos morais e materiais e sanções de ordem penal. A Lei 13.271 foi publicada na edição de ontem (17) do Diário Oficial da União. 

O projeto começou a tramitar na Câmara em 2007, foi aprovado no plenário em março de 2011 e seguiu para o Senado, onde foi votado em março de 2015.

MPE quer suspensão de limite de idade em concurso para delegado de MS
O Ministério Público Estadual pediu a suspensão do limite de idade para candidatos ao cargo de delegado no concurso público da Polícia Civil de MS. A...
Fundação de Saúde prorroga inscrições em concurso com salários de até R$ 9,6 mil
A FESAT (Fundação Estatal de Saúde de Aparecida do Taboado) prorrogou as inscrições do concurso público até quarta-feira-feira, dia 5 de julho, às 17...
Prefeitura abre 56 vagas para profissionais de educação física
Processo seletivo aberto da prefeitura quer contratar 56 profissionais de educação física para atuar no programa “Movimenta Campo Grande”. Os salário...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions