A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

27/05/2014 15:00

Sistema fora do ar atrapalha quem precisa pedir o seguro-desemprego

Viviane Oliveira
Dezenas de pessoas aguardavam para dar entrada no seguro-desemprego. (Foto: Cleber Gellio) Dezenas de pessoas aguardavam para dar entrada no seguro-desemprego. (Foto: Cleber Gellio)

Com o sistema constantemente fora do ar, trabalhadores estão enfrentando problemas desde a semana passada para conseguir dar entrada no seguro-desemprego em todas as unidades que disponibilizam o serviço em Campo Grande. Hoje por exemplo, quando a equipe do Campo Grande News esteve na Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul), mais de 20 pessoas aguardavam na fila para dar entrada no beneficio trabalhista. A agência abriu às 7h30 e o sistema já estava fora do ar. 

O local é uma alternativa para os trabalhadores, já que na Superintendência Regional do Trabalho, é preciso madrugar para fazer o pedido. Ao chegar ao local, ainda na recepção, uma funcionária informava, hoje, sobre o problema e diz que não há previsão de volta. Algumas pessoas insistem em esperar, outras que passaram pelo mesmo problema no dia anterior desistem e vão embora.

O balconista Apolinário Gomes, 60 anos, chegou a esperar pelo atendimento na tarde de ontem por 4h no Ministério do Trabalho, mas não conseguiu o serviço. “Tinha muita gente aguardando e o sistema não funcionava. A maioria que estava na fila acabou desistindo”, reclama. Pela segunda vez, Apolinário, que hoje havia ido à Funtrab, voltava para a casa sem dar entrada no seguro-desemprego.

A vendedora Mônica Alves Soares, 37 anos, aguardava no local junto com o filho de 17 anos, João Victor. O adolescente trabalhou durante 8 meses em um empresa como menor aprendiz e desde a semana passada tenta dar entrada no benefício. “Já fomos duas vezes ao Ministério do Trabalho, uma vez na Funsat (Fundação Social do Trabalho) e agora vamos tentar aqui, mas disseram que o problema é geral e mais uma vez vamos tentar a sorte”, lamenta Mônica, em alusão a outros dois lugares onde é possível dar entrada no seguro.

A auxiliar administrativo Inara Campos, 24 anos, estava chegando a Fundação, quando recebeu a notícia de que o sistema estava fora do ar. “Vou esperar no máximo 30 minutos e depois vou embora”, diz. 

Justificativa - De acordo com a assessora jurídica da Funtrab, Ana Laura Mourão, por determinação da Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social), o sistema está passando por uma migração de dados no Brasil todo. Desta forma, os serviços estão oscilando. “A orientação é para a pessoa aguardar, porque o sistema pode voltar em 10 minutos, assim como pode demorar”, explica. A previsão e de que na próxima segura-feira o sistema esteja operando normalmente.

Inara ficou desanimada ao saber que o sistema estava fora do ar. (Foto: Cleber Gellio) Inara ficou desanimada ao saber que o sistema estava fora do ar. (Foto: Cleber Gellio)
Pela 2ª vez, Apolinário ia voltar para a casa sem conseguir dar entrada no benefício. (Foto: Cleber Gellio) Pela 2ª vez, Apolinário ia voltar para a casa sem conseguir dar entrada no benefício. (Foto: Cleber Gellio)
Governo estuda exigir curso de qualificação para pagar seguro desemprego
Os trabalhadores que recebem o seguro-desemprego poderão ser obrigados a fazer curso de qualificação para ganhar o benefício, disse hoje (31) o minis...
Inscrições em seleção de estagiários do TJ em Naviraí terminam em julho
O TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) está com inscrição aberta para processo seletivo de estagiário de Direito. As vagas são para coma...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions