A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/07/2009 13:24

Empresa irá levantar créditos de carbono para aterro

Redação

A Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) contratou uma empresa para eleborar o projeto de MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo). O objetivo é obter créditos de carbono com a ativação do aterro sanitário de Campo Grande, que irá dar destinação correta aos resíduos sólidos.

O contrato prevê o pagamento de R$ 535 mil para a empresa Pricewaterhousecoopers Serviços Profissionais Ltda. O prazo do contrato é de 120 dias. Esta é mais uma etapa da desativação do lixão, localizado na saída para Sidrolândia.

A prefeitura está investindo R$ 3,5 milhões, em parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde), na conclusão do aterro. O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) explicou que o principal imbróglio no local é garantir aos catadores de materiais recicláveis a permanência no local, com a obtenção de renda em condições mais dignas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions