A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/07/2008 09:35

Empresa que poluía córrego é fechada na Vila Popular

Redação

A Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista está neste momento na indústria de reciclagem Embraplast que deve ser interditada por poluir o córrego Imbirussu.

Investigações feitas pela Polícia Civil apontaram que a empresa lança água sem tratamento no córrego, onde é verificada mortandade de peixes.

A Polícia Civil foi esta manhã no local, na Vila Popular, para determinar a suspensão dos trabalhados por tempo indeterminado.

De acordo com o delegado Nilson Tobias, a empresa faz reciclagem de sacos plásticos, que são lavados no estabelecimento. Trata-se de sacos que abrigavam amônia e outros agrotóxicos qu,e após serem lavados, vão para a reciclagem. Ao fim do procedimento, a água é lançada no córrego sem tratamento.

O delegado afirma que laudos periciais poderão apontar se esta foi a causa da morte dos peixes. Neste momento da investigação, ele coleta provas e ouve testemunhas para esclarecer o caso. A multa prevista para qualquer pessoa ou empresa que lançar dejetos poluentes em córregos varia de R$ 50,00 a R$ 50 milhões.

Durante as investigações, cinco empresas às margens do córrego, mas só a Embraplast recebeu sanções até agora.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions