A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/05/2012 16:20

Empresas devolveram quase R$ 400 milhões por cortes de luz em 2011

Sabrina Craide, da Agência Brasil

Os consumidores de energia elétrica receberam R$ 385,18 milhões em compensações financeiras por interrupções no fornecimento de energia elétrica no ano passado.

O valor supera o que foi pago aos consumidores em 2010 (R$ 360,24 milhões).

Segundo informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as distribuidoras de energia tiveram que pagar no ano passado mais de 103 milhões de compensações pelo descumprimento dos indicadores individuais de duração e frequência dos apagões.

Os dados foram consolidados pela agência reguladora a partir das informações encaminhadas por 61 concessionárias de distribuição do país.

A Região Sudeste concentrou o maior número de compensações e o maior valor pago, com 39,68 milhões de indenizações que custaram às empresas um total de R$ 128,82 milhões.

Os limites para os indicadores individuais de duração e frequência dos cortes de energia são estabelecidos pela Aneel para períodos mensais, trimestrais e anuais.

Quando esses limites são ultrapassados, a distribuidora deve compensar financeiramente o cliente. A compensação é automática e deve ser paga em até dois meses depois do mês em que houve a interrupção.

As informações sobre os indicadores de continuidade são divulgadas na própria conta de luz.



Muitas dessas devoluções são por culpas de empresas terceirizadas que colocam funcionários não capacitados. Digo isso porque cortaram a energia da minha casa que estava com placa para alugar e o consumo caiu drasticamente. Como que não ia cair se a casa estava fechada? É pura incompetência do funcionário que cortou a energia que viu que tinha placa para alugar.
 
Carlos José em 14/05/2012 10:35:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions