A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/08/2013 15:52

Encontro de motoqueiros foi "legal", tinha caráter social, mas não deu certo

Elverson Cardozo
Cercado pelos amigos, também organizadores do evento, Marcelo, mais conhecido como Nata (no centro), mostra a autorização da Agetran. (Foto: Cleber Gellio)Cercado pelos amigos, também organizadores do evento, Marcelo, mais conhecido como "Nata" (no centro), mostra a autorização da Agetran. (Foto: Cleber Gellio)

Realizado neste domingo (18), o encontro de motoqueiros, que terminou com a presença da PM (Polícia Militar), na rua 16, embaixo do viaduto Márcio Carvalho Desidério, na entrada do bairro Popular, em Campo Grande, tinha caráter social, mas nem tudo saiu como o planejado.

Os organizadores, todos jovens, que dizem integrar uma associação de manobras radicais, se prepararam durante 3 meses, conseguiram autorização da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), e esperavam que tudo desse certo.

Nem tudo deu errado. Houve pontos positivos. Como a entrada era um quilo de alimento não perecível ou R$ 10,00, eles garantem que conseguiram arrecadar pelo menos 3 carros lotados de mantimentos.

A mercadoria, afirmou o porta-voz, Marcelo de Almeida, de 20 anos, mais conhecido como “Nata”, será doada a instituições de caridade. “Fiquei três meses correndo atrás disso. Faltei até serviço”, disse o rapaz, ontem, ao comentar que trabalha como entregador, mas possui um lava jato de moto no bairro.

Entre os organizadores, talvez por medo, durante a entrevista, concedida ao Campo Grande News e a uma TV local, ficou evidente o desencontro de informações.

Marcelo, a princípio, tentou esconder, utilizando a ação social como argumento, que o evento também foi pensado para reunir motociclistas, amantes de manobras, a brincar no meio da rua, mas o amigo, Marlon Cândido da Luz, de 21, anos, que também integra a associação, entregou o “esquema”. “Não temos um espaço para se divertir, porque tiraram a gente da Afonso Pena e de perto do Aeroporto”, disparou.

Sem saída, “Nata” se viu obrigado a concordar, mas disse, ainda assustado, que não fez nada errado porque, de tão certo que foi, “até o cara da Agetran autorizou”, disse ele, exibindo o documento, com data recebimento no dia 7 e despacho do dia 8 de agosto de 2013.

Documento foi solicitado em nome do Sindicato de Motociclistas de MS. (Foto: Cleber Gellio)Documento foi solicitado em nome do Sindicato de Motociclistas de MS. (Foto: Cleber Gellio)

Assinado pelo Chefe da Divisão de Operações e Coordenador de Fiscalização e Trânsito do órgão, Carlos Gomes Guarini L. da Silva, o documento aponta que a autorização para interdição e utilização da rua foi solicitada em nome do SIPROMES-MS (Sindicato Representante dos Interesses dos Trabalhadores em Motocicletas do Estado de Mato Grosso do Sul), e foi classificado como “Evento Beneficente de Manobras Radicais”.

Foi beneficente mesmo, ressaltou Marcelo. Ontem foi só uma experiência oficial, explicou. A mesma ação já havia sido realizada, meses antes, mas na rua da casa dele e reuniu pelo menos 500 pessoas.

Com o objetivo de incentivar e tentar achar um local para os encontros, o rapaz resolveu reunir os interessados debaixo do viaduto. Como veio motociclistas de várias regiões, inclusive de outras cidades, como Terenos, a situação fugiu do controle. Ele não conseguiu prever, por exemplo, o impacto que o convite, no Facebook, teria. “Nata” estima que mais de 3 mil foram parar no local, que ficou pequeno para tanta gente. Faltou espaço.

O início da confusão - Foi aí que tudo começou a dar errado. Participantes contaram à reportagem que muitos motociclistas, alguns inexperientes, começaram a cair e se machucar. Há relatos de um jovem quem teria ficado gravemente ferido e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas os organizadores preferiram não entrar em detalhes.

Com a chegada da PM e Cigcoe, participantes se assustarem e correram. (Foto: Cleber Gellio)Com a chegada da PM e Cigcoe, participantes se assustarem e correram. (Foto: Cleber Gellio)

Marcelo, na versão de alguns envolvidos, teria se estressado por ter pedido o controle e saiu, levando consigo a autorização da Agetran. Ele não confirma.

Nesse meio tempo, a PM (Polícia Militar), com apoio da Cigcoe (Companhia de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), chegou, após denúncia de moradores, que se incomodaram com o barulho e com a “bagunça”, já que, no local, também havia carros de som.

A situação foi resolvida sem confronto. A presença dos policiais, que chegaram por volta das 16h, foi o suficiente para assustar e botar todo mundo para correr, literalmente.

Apesar da evidência clara, dos depoimentos dos próprios organizadores e dos envolvidos, o comandante da Cigcoe, que não se identificou, mas afirmava ser o responsável pela operação, disse à imprensa que a Companhia só foi acionada porque houve denúncia de carros e motos estacionados em locais proibidos e que alguns motoristas estavam em situação irregular.

Rua dezesseis ficou vazia depois da chegada da polícia, mas lotada de sujeira. (Foto: Cleber Gellio)Rua dezesseis ficou vazia depois da chegada da polícia, mas lotada de sujeira. (Foto: Cleber Gellio)

A situação, se foi essa, é atípica para o grupo que geralmente é chamado a atuar em situações mais tensas. Talvez a Cigcoe esteja presente no próximo encontro, que não tem data marcada, mas vai acontecer “com certeza”, como garantiu o organizador, Nata. O local, ao que tudo indica, também não será próprio. Alguns carros, não se sabe, podem ficar em locais proibidos. É esperar para ver.


Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...
TSE: regras eleitorais deixam dúvidas sobre fake news e autofinanciamento
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda ...


isso é pra mostrar que nós precisamos de um espaço para promover eventos assim
 
maycon lopes em 20/08/2013 19:43:26
jájá vcs vão ter as seguintes respostas de seus comentários absurdos que são contra o evento... aliás é um esporte...
 
edimar ferreira em 20/08/2013 15:03:49
pra quê tanta estupidez? antes de vcs que gostam de criticar vâo caçar alguma coisa pra fazer, e deixa a "rapazeada em paz", e tbm as cerca do parque já estava destruida, de prova disso tem os próprios seguranças das firmas ai que frequentao o lugar todos os dias. e eu afirmo que o evento foi muito bom só faltou uma ambulância de plantâo e pelo menos uma viatura de policia .Pois graças a nossa correria da proxima vez vai ter uma viatura da cigcoe presente. obrigado pela colaboraçaô de todos e também das autoridades. Próximo evento será no mês de setembro ainda não tem data marcada...

"O QUE DESEJASTE PARA MIM QUE DEUS TE DÊ EM DOBRO"
 
edimar ferreira em 20/08/2013 15:01:46
pra quê tanta estupidez? antes de vcs que gostam de criticar vâo caçar alguma coisa pra fazer, e deixa a "rapazeada em paz", e tbm as cerca do parque já estava destruida, de prova disso tem os próprios seguranças das firmas ai que frequentao o lugar todos os dias. e eu afirmo que o evento foi muito bom só faltou uma ambulância de plantâo e pelo menos uma viatura de policia .Pois graças a nossa correria da proxima vez vai ter uma viatura da cigcoe presente. obrigado pela colaboraçaô de todos e também das autoridades. Próximo evento será no mês de setembro ainda não tem data marcada...

"O QUE DESEJASTE PARA MIM QUE DEUS TE DÊ EM DOBRO"
 
edimar ferreira em 20/08/2013 14:58:58
O mais incrível é que uma autorização absurda dessa, que mostra o despreparo total desse tal de Guarine, causando várias vítmas, não vai dar em nada. O incompetente continua no cargo fazendo uma besteira atrás da outra e ninguém toma nenhuma atitude. Bernal, já está na hora das mudanças acontecerem na Agetran, começando por esse incompetente. Precisamos de pessoas sérias e competentes comandando.
 
LUIZ CLAUDIO em 20/08/2013 13:21:13
Além de toda sujeira que ficou no local, quebraram meio fio, sarjeta e até a cerca do parque linear. Quem vai corrigir tudo isso? Peçam para o gênio que autorizou esta estupidez o que tem para falar sobre isso.
 
daniel ferrari em 20/08/2013 10:11:50
O que me admira e ainda dizerem que o encontro e "legal", o que vocês entendem de legal? uma simples autorização de uma agencia que não cuida nem mesmo de suas obrigações? pra se fazer um evento desse porte principalmente em vias publicas e preciso ter autorização dos órgãos principalmente de segurança como PM e Samu, agetran, corpo de bombeiros e outros, os responsáveis tem que através de projetos provar a integridade física tanto dos participantes como dos espectadores, e nada disso foi apresentado. ai vem dizer que foi "legal". Sabem porque não temos um espaço para esses eventos? porque não dão valor no que temos se os governantes abrem algum espaço para lazer chegam os vândalos e depreda tudo e ai ficam chorando um espaço para lazer. fazem por merecer.
 
Antonio Garcia em 20/08/2013 09:38:06
as pessoas fala q tem autódromo oque adianta ter mas ñ é liberado o custo é auto....
 
wilson de lima em 20/08/2013 09:36:41
Concordo com a presença da policia em eventos como esse,porque no meio deles tem muitas capivaras que podem ser levantadas, se alguns caíram e se machucaram,isso é normal com motos,então só esta faltando espaço para eles fazerem suas manobras,que poderia ser determinada antes do evento,tal como no autódromo,ou em algum campo previamente patronado com pistas.tudo certinho com a presença da policia e bombeiros,taí a dica.
 
Lucas da Silva em 20/08/2013 09:17:18
nada contra o ato dos organizadores em relação a reunir pessoas para determinado esporte, o que impressiona é a agetran ceder alvará para que isso aconteça em vias publicas, falta realmente um local apropriado para esse tipo de evento, mas enquanto esse local nao existe, por favor, na rua não né
 
fernando souza em 20/08/2013 09:00:24
Pelo menos ele se esforçou e correu atrás para fazer o que ele e gosta, agora eu pergunto a vocês que criticam, vocês alguma vez procuraram a correr atrás e se esforçar para fazer um evento desse porte? vocês não fazem ideia do quanto é difícil então acho melhor vocês pensarem no quanto foi difícil para ele antes de criticar as pessoas, eles só queriam fazer o que gostam por causa de pessoas invejosas isso acontece, acaba com a alegria de quem quer fazer o que ama!
 
wagner alves em 20/08/2013 08:57:19
nossa cidade precisa de espaço para diversão, principalmente noturna, e para os jovens se divertirem ligar seu som e se reunirem esperamos melhorias na segurança publica não colocarem proibição e impedir a diversão para garantir que nada de errado mas colocar a policia o bombeiro para garantir que tenha segurança onde jovens se aglomeram mas lembre-se nós também votamos.
 
leandro rodrigues garcia em 20/08/2013 08:39:20
É um tipo de evento fadado ao insucesso.... Juntar um monte de motoqueiros e em uma rua para exibirem suas "manobras" colocando em risco a vida da população... Ridículo, mais atenção por parte dos órgão de fiscalização.
 
Lucia Gomes em 20/08/2013 08:21:45
O problema é que o ato foi organizado por gente simples, da periferia, por isso implicaram e proibiram! Agora, se fossem os riquinhos playboys que tivessem organizado, com certeza estaria tudo bem!!
 
MARCELLO MENDES em 20/08/2013 08:16:27
É um absurdo esse tal de Guarine, como chefe da Agetran, autorizar um evento dessa natureza em via pública. Realmente é um despreparo total. Precisamos de pessoas mais qualificadas à frente de órgãos da importância da Agetran.
 
José Carlos em 20/08/2013 07:38:31
Para, local para fazer isso tem aqui em campo grande, um lugar seguro. Por que os organizadores não fizeram no Autódromo de Campo Grande, mas como que fazer bagunça não fazem local apropriado querem sim fazer em baixo da ponte.
 
Rafael Dias em 20/08/2013 02:03:41
SOU MORADORA DO BAIRRO VIZINHO NOVA CAMPO GRANDE, TEM ALGO ERRADO AI, QUEM SERÁ FICAR COM ESTES 3 CARROS LOTADOS DE MANTIMENTOS SE NÃO FOI CITADA ALGUMA ENTIDADE NA HORA DA INSCRIÇÃO, OS ORGANIZADORES? QUEM AUTORIZOU NÃO CONHECIA O LOCAL!!!!
 
arlene mattos em 19/08/2013 21:59:21
Reclama que não tem lugar para "diversão", ficar fazendo cavalinho-de-pau, som nas aturas, bebida alcoólica...isso é diversão para se fazer em via publica...igual era em frente o mirante do aeroporto..desculpe mas isso não é diversão isso se chama arruaça e é crime. por que não vão fazer isso no autódromo. lá sim é um local apropriado não em vias urbanas.
E o lixo até agora no final da tarde de hoje estava quase do mesmo jeito...
 
janio pereira em 19/08/2013 20:40:13
deixar amadores cuidando de eventos é o maior risco. Não possuem dinheiro, não tem responsabilidade, não tem solução para nada e inventam isso que chamam de eventos beneficentes. Peçam garantias para os caras que nunca mais aparecem. Fazer evento num lugar desses, um lugar verde, que possuem animais, etc, deixar esses artistas aí fazer eventos, é um risco desnecessário. Chega de desordem.
 
josé carlos de oliveira em 19/08/2013 19:54:55
Defendo os propósitos dos organizadores,ao mesmo tempo, lembro da falta de locais para realizações de eventos em nossa cidade com,pois , ações dessa natureza, conta com nosso inteiro apoio.Parabéns ao NATA. Elizeu Amarilha .presidente regional do PSDC-Partido Social Democrata Cristão.-MS. Rua Antonio Correia 1759-vila jardim paulista-fones:9221-9134---3027 3727.Abraços.
 
Elizeu Amarilha Mattos em 19/08/2013 17:24:36
SÓ PRECISAMOS DE UM LUGAR NOSSO AONDE POSSAMOS EXECUTAR NOSSO ESPORTE POIS ISTO NÃO E CRIME ! O EVENTO TEVE MAIS DE 3 MIL PESSOAS FALTA AJUDA DAS AUTORIDADES COMO POLICIAMENTO NO LOCAL E UMA VIATURA DO SAMU ! ESTE EVENTO NÃO FOI EM VÃO E SIM UM EVENTO QUE POSSAMOS AJUDAR AS CRIANÇAS CARENTES !
 
Jean Paulo em 19/08/2013 17:12:31
falta de planejamento de um evento em via pública. Aí pergunto: como que a Agetran autoriza um evento desse sem um planejamento previamente apresentado e como que os mesmos não comparecem para verificar se as exigências minimas de segurança e ordenamento estariam sendo cumpridas!!!??? tinha que dar nisso aí e quem errou primeiro foi a Prefeitura!!!
 
laercio souza em 19/08/2013 16:46:13
me admira a prefeitura dar autorização para isso gente com veiculos irregulares e sem cnhs
 
CLAUDINEI BRAZ DE LIMA em 19/08/2013 16:45:47
Tamanha é a desorganização nesta cidade que o pessoal do encontro estava com tudo certinho, alvará, local, divulgação, etc, o erro foi quem deu a autorização não ter avisado a agetran que podia ter feito um bloqueio correto na rua, organizado mais, mas quem deu o alvará só deu e boa sorte, ai a molecada pira .... É a mesma coisa que a mãe permitir fazer uma festa em casa e a mãe permitir e viajar, vão quebrar tudo...
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 19/08/2013 16:39:03
E TODO ESSE LIXO DEIXADO QUEM LIMPOU, OS ORGANIZADORES???
 
CRIS. ALVES em 19/08/2013 16:33:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions