A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

12/06/2017 15:30

Engenheiro de Três Lagoas morre após explosão em navio no RJ

informações, ainda não confirmadas, dão conta de que o corpo de Eduardo deve ser trazido para Campo Grande

Adriano Fernandes
Eduardo era engenheiro da Odebrecht Óleo e Gás. (Foto: Reprodução) Eduardo era engenheiro da Odebrecht Óleo e Gás. (Foto: Reprodução)

O engenheiro de Três Lagoas, Eduardo Aragão de Lima de 33 anos, que era uma das quatro vítimas da explosão no navio sonda NS-32 (Norbe VIII) no Campo de Marlim, na Bacia de Campos-RJ, na última sexta-feira (09), morreu neste domingo (11).

Eduardo era engenheiro da Odebrecht Óleo e Gás e estava internado em estado grave no Hospital Público de Macaé no Rio de Janeiro. A informação da morte foi confirmada pela Petrobras, no final da tarde de ontem (11).

Mais três pessoas também morreram por conta do acidente. Segundo a Odebrecht o corpo de Eduardo continua em Macaé e informações, ainda não confirmadas, dão conta de que o corpo deve ser trazido para Campo Grande.

A reportagem também não conseguiu contato com a família do rapaz e que ainda reside em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande.

Acidente - A explosão ocorreu em uma caldeira de máquinas do navio por volta das 7h48 de sexta-feira (9). De acordo com o Sindipetro/NF, dois trabalhadores foram socorridos pela aeronave de emergência e os outros dois passaram por avaliação médica inicial a bordo da unidade, antes de serem levados para o hospital. A Petrobras negou que tivesse havido incêndio.

Segundo o Sindipetro/NF, a explosão aconteceu durante manutenção em uma caldeira que não estava operando. Segundo o site G1 de RJ, o sindicato informou que o navio foi afretado pela Odebrecht, que disse, por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa, que "as operações foram imediatamente paralisadas e uma investigação já foi iniciada para apurar as causas do acidente".

Vítimas fatais - Ericson Nascimento de Freitas tinha 28 anos e era técnico de inspeção da IMI. Ele morreu ainda na manhã do acidente. Já Jorge Luiz Damião, 44 anos, que também era técnico de inspeção morreu no sábado (10). Eduardo morreu durante a madrugada deste domingo (11). A quarta vítima ficou internada mas foi liberada também no sábado (10).

Foto publicada pelo rapaz ainda em 2012 em navio onde era engenheiro. (Foto: Reprodução) Foto publicada pelo rapaz ainda em 2012 em navio onde era engenheiro. (Foto: Reprodução)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions