A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/03/2015 15:46

Enquete do TJMS revela que 90% denunciariam casos de violência doméstica

Alan Diógenes

Com a chegada do Dia da Mulher, comemorado no domingo (8), o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) realizou uma enquete publicada em seu site que perguntava: “Você denunciaria se fosse vítima de violência doméstica?”. O resultado foi surpreendente, 90,7% dos internautas denunciariam se sofressem violência doméstica, contra 9,3% que não fariam a denúncia.

O objetivo da iniciativa é chamar a atenção para um grande problema enfrentado principalmente pelas mulheres. No Brasil, estima-se que cerca de dois milhões de mulheres a cada ano sofram de algum tipo de violência doméstica. Elas vêm de todas as camadas sociais e possuem várias profissões e níveis de escolaridade.

Para combater este tipo de crime, foram criadas em todo o país Coordenadorias Estaduais da Mulher em situação de Violência Doméstica e Familiar junto ao Poder Judiciário dos Estados. No Estado, além desta coordenadoria, já existem duas varas específicas para a Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher e será instalada no dia 9 de março, às 16 horas, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a primeira Vara de Medidas Protetivas do Brasil. O órgão vai funcionar na Casa da Mulher Brasileira.

Outra vitória para as mulheres foi a aprovação no Plenário da Câmara dos Deputados de um projeto de lei do Senado que inclui o feminicídio, ou seja, assassinato de mulher por razões de gênero, como homicídio qualificado e o classifica como crime hediondo. Agora, o projeto irá para a sanção da presidente Dilma Rousseff.

Neste mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul está realizando uma mobilização em todo o Estado com diversas ações de combate à toda violência contra a mulher. Além da campanha publicitária de disseminação da cultura da paz, serão pautadas audiências e julgamentos que priorizam casos de violência doméstica, principalmente aqueles que envolvam homicídio.

A mobilização idealizada pela ministra Cármem Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), denominada “Paz – Nossa Justa Causa”, acontece de 9 a 13 de março e movimentará as varas criminais, juizados especializados e tribunais do júri de todas as comarcas do Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions