A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

21/12/2015 13:00

Epidemia leva governo do Estado a criar comitê de combate à dengue

Flávia Lima

O cenário de epidemia de dengue, Zika vírus e febre chikungunya que assola 72 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, levou o governo do Estado a criar um comitê de força-tarefa de combate, controle, prevenção e redução do Aedes aegypti no Estado.

A resolução assinada pelo secretário estadual de Saúde, Nelson Tavares, foi publicada nesta segunda-feira (21) no Diário Oficial.

A criação do comitê, de acordo com justificativa do secretário, levou em conta o estado de emergência decretado pelo governo federal quanto aos casos de microcefalia, que já somam mil em todo o país, detectados em bebês nascidos no Nordeste e que tem relação, já comprovada com o Zika vírus.

O comitê será ligado à Superintendência Geral de Vigilância em Saúde e prestará atendimento 24 horas aos 79 municípios do Estado, com intervenção precoce nas emergências em saúde pública de relevância estadual e nacional.

Os nomes do integrantes, que terão mandato de um ano, serão indicados, juntamente com um suplente, pelos órgãos, entidades ou classes que representam e nomeados pelo Secretário Estadual de Saúde.

Dados – O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde foi na primeira semana de dezembro e aponta 36 mil casos notificados desde janeiro de 2015.
As cidades de Iguatemi, Selvíria e Sonora são as que apresentam o cenário mais crítico.

Campo Grande aparece em 48º lugar. No entanto, devido ao aumento dos casos, é possível que a Capital já tenha subido no ranking, uma vez que conta com 9.447 notificações desde janeiro e 3.919 conformações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions