A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/10/2011 15:26

Erros em centros de estética provocam 30 denúncias por semana

Ângela Kempfer
Joana mostra site da entidade, onde podem ser registradas denúncias.Joana mostra site da entidade, onde podem ser registradas denúncias.

O número pode parecer alto, mas a Associação de Profissionais Esteticistas de Mato Grosso do Sul garante que por semana envia pelo menos 30 denúncias à Vigilância Sanitária contra centros de beleza que funcionam no Estado.

“Trinta é o mínimo. Tem coisa que os clientes denunciam, a gente verifica que não é verdadeiro, e nem denuncia”, diz a presidente da entidade, Joana Aguirre do Amaral.

O problema piorou depois das promoções em sites de compras coletivas. “Tem gente oferecendo serviços de drenagem linfática a R$ 9,99, sem ter nenhuma capacitação”, reclama.

À Associação não revela os nomes, mas à entidade chegam histórias de diferentes procedimentos estéticos que causaram transtornos as clientes, como o caso de uma mulher de 33 anos que passou por uma simples depilação nas axilas, mas acabou com febre.

Ela fez depilação com cera quente e depois a depiladora usou álcool. A pele queimou e a cliente acabou com dores fortes.

Atualmente, uma das falhas mais freqüentes é na manipulação de pelling cristal e diamante. É a moda do momento para o rosto, oferecidos aos montes pela internet. “Mas que provocam queimaduras sérias se o profissional não fizer direito, ou manchas se não orientar corretamente o cliente”, adverte a presidente.

Segundo a Associação, para atender mais pessoas, os centros de estética formam sem nenhum critério os profissionais. Cursos que deveriam durar, no mínimo, 1.260 horas/aula são esquecidos.

Por equipamento, as fábricas deveriam qualificar os profissionais com mais 120 horas, mas a Associação diz que hoje muitos são formados em 8 horas. ”Muita gente faz esses cursinhos e já abre uma portinha para atender”, reclama Joana.

Na estimativa dela, apenas 40% dos profissionais que trabalham no Estado são regularizados. Campo Grande é recordista em reclamações. Em segundo lugar aparece Dourados e em terceiro Três Lagoas.

E a oferta ilegal não se restringe à periferia dessas cidades, diz Joana. “Salão de alto nível Chácara Cachoeira usa ácido para limpeza de pele e quem faz o procedimento é uma depiladora”.

No Estado são 9 mil clinicas de estética. Para evitar problemas, a orientação é para que os clientes liguem para a Associação, para saber se o profissional é habilitado para o serviço.

A entidade fica na rua Maracaju, número 722. O telefone é 33244154 e o endereço eletrônico www.apecsul.com.br. Ao entrar na página, é preciso entrar no ícone ouvidoria e registrar a denúncia.

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


ESCLARECIMENTO AOS LEITORES: A PROFISSÃO DE ESTETICISTA É DE LIVRE EXERCÍCIO, POIS NÃO É REGULAMENTADA E POR ISSO NÃO TEM UM CONSELHO NACIONAL; EM CAMPO GRANDE TEMOS A APECSUL QUE NÃO TEM OBRIGAÇÃO NEM O PODER DE FISCALIZAR, PORÉM AGORA COM A NOVA DIRETORIA ACREDITO QUE AJUDARÁ NA ORIENTAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE ESTÉTICA PARA QUE FAÇAM CURSOS LIVRES EM ESCOLAS CREDENCIADAS E SE QUALIFIQUEM
 
joão vilela em 14/10/2011 09:42:44
Também fico feliz por ter tocado neste assunto, comprei uma hidratação pelo site de compras coletivas e chegando lá uma mocinha bem nova nem lavou meu cabelo e passou um creme sem cheiro nenhum, sem falar que nem secar com a toalha ela secou direito, sai de lá com o cabelo pingando, como a promoção eram quatro hidratações, mandei um e-mail reclamando para o site e eles devolveram o dinheiro.
 
EDELAYNE MARINHO em 14/10/2011 08:50:50
Parabéns ao Campo Grande News pela reportagem, e coragem de tocar em um assunto tão polêmico, pois a clandestinidade pode disseminar doenças que vão desde a hepatite, além de poder causar danos irreversíveis às pessoas. Tem até centro de estética masculino com depilação e sauna funcionando junto. E a saúde pública e a vigilância sanitária não ve isso.
 
José Silva em 14/10/2011 07:52:13
Fico muito feliz que a notícia está sendo transmitida à população de Campo Grande. Para uma profissional trabalhar na área da estética é necessário ter no mínimo 1.260 horas de curso. Infelizmente, na prática, em muitos salões de Beleza e Centros de Estética isso ainda é utopia. A melhor maneira de acabar com isso é perguntar ao salão, se a esteticista é credenciada pela Apecsul. Denuncie já !!
 
Gabriela Franco Tuller em 13/10/2011 10:34:24
é verdade, estes sites de compras coletivas está um absurdo. Comprei uma massagem e quem me atendeu foi uma menina de 17 anos no máximo. Não sabia fazer nada e 25 minutos disse que a sessão tinha acabado, que tinha mais 20 mulheres pra atender naquela tarde!
 
Vilma Pereira em 13/10/2011 04:27:32
Parabéns Campo Grande News pela reportagem pq em campo Grande nao existe fiscalização nos salão e a asssociação nao tem poder de fiscalizar existe tanto salão fazendo coisas erradas e sites com preço que nao da nem pra falar e as profissionais que estuadam e faz reciclagem não tem como concorer e assim devaloriza as profissional.....
 
Renata Romero em 13/10/2011 04:26:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions