A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/08/2013 14:53

Escolas especiais promovem protesto contra mudança no Plano Nacional de Educação

Edivaldo Bitencourt

Professores, pais e estudantes de escolas especiais promovem, nesta quarta-feira, a partir das 8h30, uma manifestação contra a mudança no projeto de lei do novo Plano Nacional da Educação (PNE). Uma nova proposta veta a destinação de recursos do Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica) para escolas de organizações não governamentais e privadas, o que pode acabar com o ensino especial em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a diretora da Escola Juliano Varela, Roseli Gayoso, a proposta obriga a matrícula de todas as crianças portadoras de necessidades especiais nas escolas públicas e no ensino regular. O objetivo é implementar a educação inclusiva.

No entanto, alguns estudantes só podem ir à escola com tratamento especial. O alvo do protesto é a mudança na meta número 4 do PNE. A mudança pode acabar com aproximadamente 10 escolas especiais só em Campo Grande.

Uma dessas instituições é a Escola Juliano Varela, que funciona há 19 anos em Campo Grande. Cerca de 170 alunos, de crianças até um idoso de 78 anos, frequentam a unidade diariamente. Em torno de 90% são portadores da síndrome de down. Outros 10% são autistas e até crianças sem deficiência.

A manifestação acontece em frente a Assembleia Legislativa a partir das 8h30. A mudança no Plano Nacional da Educação está prevista para o dia 14 na Câmara dos Deputados.

MEC garante funcionamento de escolas especiais em 2010
Foi publicado ontem no Diário Oficial da União, seção 1, página 3, decisão do Conselho Nacional de Educação sobre o funcionamento de escolas especiai...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...


Concordo com oque Lucimar disse anteriormente. Esse povo inventa leis SEM antes saber ou viver a realidade que um portador de deficiência e sua família vive. Antes de votar vão nas Escolas Especiais e avaliem se realmente as crianças que estudam ali não precisam de cuidados especiais, atenção diferenciada das que teriam numa escola "publica com a inclusão". E... ACORDA povo!!! Esses nossos representantes no Legislativo precisam realmente andar com povo, viver a realidade do povo pra daí sim poder criar e aprovar leis que REALMENTE possam nos beneficiar. Ano que vem tem eleição... Conscientizem-se!
 
Neyriane Ribeiro. em 06/08/2013 17:09:45
Reitero mais uma vez a importância de que, antes de votarem contra ou a favor da inclusão de alunos com deficiência no ensino comum, os parlamentares deveriam visitar as escolas especiais para conhecer a realidade do nosso dia a dia.
Contamos com a presença de todos os amigos das pessoas com Síndrome de Down e outras deficiências para que se unam à nossa causa.
 
Lucimar Goedert em 06/08/2013 15:44:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions