A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/08/2014 17:41

Especialista tranquiliza e diz que ebola dificilmente chega ao Brasil

Francisco Júnior
Vírus está se espalhando rapidamente pelo África. (Foto: Divulgação)Vírus está se espalhando rapidamente pelo África. (Foto: Divulgação)

Nos últimos dias uma das notícias mais recorrentes na imprensa é a infestação do vírus ebola em vários países do continente africano. De acordo com dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), já foram registradas 729 mortes por conta da doença.

Diante dessa epidemia, especialistas brasileiros afirmam que é remota a possibilidade do vírus chegar até o País. “ Se entrar é caso isolado”, afirma médico infectologista Rivaldo Venâncio.

Segundo segundo, o mecanismo de contágio do vírus é mais restrito. “É muito pouco provável. É preciso ter contato com alguma secreção do infectado, como sangue por exemplo. Usar a mesma seringa que ele usou. È bem remota essa possibilidade ”, explicou especialista. Além disso, de acordo com o médico , o controle de infestação hoje em dia é muito mais rígido do que no período da primeira infestação ocorrida no Sudão em 1976.

Conforme o médico, os laboratórios brasileiros estão em outro patamar em relação ao africanos. “ Os laboratórios brasileiros de analises clinicas, tanto os públicos quanto os privados ,estão em outro padrões de higienes. Nossas transfusões de sangues passam por testes rigorosíssimos”, afirmou o médico.

Segundo a OMS, o vírus ebola é transmitido por contacto direto com o sangue, líquidos ou tecidos de pessoas ou animais infetados. Os principais sintomas são hemorragias, vômitos e diarreias. A taxa de mortalidade da doença varia entre 25 e 90%. Esta é a primeira vez que se identifica e se confirma uma epidemia de ebola na África Ocidental, até agora sempre registadas em países da África Central.

Hoje (1) a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, disse que o surto do vírus ebola está se expandindo mais rapidamente do que os esforços para controlá-lo.

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira que está descartada completamente a suspeita de infecção por ebola em uma mulher internada no Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), em Goiânia. Segundo a assessoria de imprensa, a paciente tem malária. Ele esteve em viagem a Moçambique, país da Africa que apresenta caso de ebola.

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions