A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/03/2008 11:30

Estudante de 22 anos vendeu 34 diplomas em um ano

Redação

Um estudante de 22 anos, de Tangará da Serra (MT), falsificou e vendeu 34 diplomas falsos de grandes universidades brasileiras. O esquema de Tiago Francisco Pereira foi descoberto pela Polícia Federal que prendeu o estudante nesta sexta-feira e saiu em busca dos compradores.

Em Campo Grande, a "Operação Cola" cumpriu mandado de busca e apreensão, e encontrou dois diplomas  em uma mesma residência na Vila Popular. O nome do responsável pela compra, ou o curso em questão, não foram divulgados. A pessoa não foi presa por não ter sido flagrada em exercício ilegal da profissão.

A fraude envolveu cursos de medicina, engenharia, direito, enfermagem e fisioterapia. As falsificações custavam cerca de R$ 1,8 mil e foram distribuídas por outros 13 estados, além de Mato Grosso do Sul, com atuação principalmente em Minas Gerais e São Paulo.

Até certificados de pós-graduação foram vendidos por Tiago, em três anos de falsificações. Segundo informou a Polícia Federal, o lucro em um ano teria sido de R$ 61 mil.  Na casa do estudante foram apreendidos equipamentos de informática e um revólver sem registro. 

O crime de falsificação de diploma tem pena prevista de dois a seis anos de prisão.

Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...
Recesso de fim de ano começa nesta semana no Judiciário e Legislativo
Na reta final de 2017, para alguns servidores a "folguinha" das festas começa mais cedo. Em orgãos Estaduais e Federais de Mato Grosso do Sul, tem re...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions