A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/04/2013 08:47

Ex-governador e mais 11 viram réus por desvio de R$ 14 milhões no Dnit

Aline dos Santos
Denúncia contra Marcelo Miranda foi aceita pela Justiça. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)Denúncia contra Marcelo Miranda foi aceita pela Justiça. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

A Justiça Federal de Dourados aceitou a denúncia contra o ex-governador Marcelo Miranda e outras 11 pessoas acusadas de desvio de R$ 14 milhões no Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte). Com a decisão, todos passam a ser réus. Miranda comandou a superintendência do órgão federal em Mato Grosso do Sul entre 2003 e janeiro de 2012, sendo demitido por irregularidades.

Conforme o MPF (Ministério Público Federal), os recursos foram desviados por meio de contratos com as empresas TV Técnica Viária Construções, Rodocon Construções Rodoviárias e ECR Sociedade Civil de Engenharia e Consultoria. As duas primeiras foram contratadas para executar obras e serviços na BR-163 e BR-267.

Já a ECR fazia a supervisão e controle das obras de restauração executadas pela empresa Técnica Viária. Como a fiscalização das obras era de fachada, a empresa executava os serviços em quantitativos e qualidade inferiores aos contratados, “embolsando” a diferença. 

Além do ex-governador, foram denunciados o ex-supervisor do Dnit em Dourados, Carlos Roberto Milhorim; e o ex-chefe do Serviço de Engenharia na Superintendência Regional do Dnit, Guilherme de Alcântara Carvalho. Todos demitidos pelo Ministério do Transporte em janeiro do ano passado. Milhorim é apontado como o mentor das fraudes.

Na denúncia, também estão o engenheiro da Rodocom, Francisco Roberto Berno; o encarregado geral da Rodocom em Dourados, Vilmar José Rossoni; o engenheiro da ECR, Gustavo Rios Milhorim; os sócios da Base Engenharia, que prestava serviço para a Rodocom e Técnica Viária, Renato Machado Pedreira e José Carlos Rozin; e o engenheiro da Técnica Viária, Hilário Monteiro Horta.

Além da funcionária da Técnica Viária, Solange Regina de Souza; o proprietário da Spessato Diesel, Dori Spessato, e Tereza de Jesus Gimenez, funcionária da mesma empresa. As empresas Base Engenharia e Spessato Diesel eram fornecedoras de bens e serviços, atuando indiretamente nos contratos públicos que eram fraudados.

O grupo foi denunciado por formação de quadrilha, corrupção e falsidade ideológica. Para o Ministério Público Federal, “o ex-superintendente, ao saber dos documentos que colocavam sob suspeita, de forma muito contundente, Carlos Roberto Milhorim, para o exercício de uma função de confiança, tinha a obrigação legal de afastá-lo de qualquer atividade na Unidade Local do Dnit em Dourados.

Esquema – Segundo a denúncia, Carlos “infiltrou” o filho Gustavo Rios Milhorim na empresa ECR para manipular os relatórios de supervisão das obras da Técnica Viária. Para ocultar a relação de parentesco, o filho assinava apenas Gustavo Rios.

Conforme o MPF, Gustavo foi contratado pela ECR logo após a formatura em engenharia civil, em 2005, por influência do pai, que era supervisor do Dnit. A empresa fazia supervisão e controle das obras de restauração executadas pela empresa Técnica Viária.

Gustavo Milhorim foi aprovado em concurso do Dnit e, atualmente, é responsável por fiscalizar as obras das empresas Rodocom e Técnica Viária, que continuam prestando serviço para o órgão federal.



muito estranho esse Gustavo Milhorim ter sido aprovado em um concurso tão difício deste. Cabe investigação pra saber se não foi arranjado também.
 
Antonio Pereira em 18/10/2013 13:10:27
Esse pessoal é conhecido aqui no Estado....Esse tal Marcelo Miranda então...desde quando foi governador já era famoso....pelos panelaços na governadoria.... foi tanta roubalheira que os cofres do estado ficaram vazios... e a farra continuou no Denit...E de que é a culpa....Do nosso JUDICIÁRIO omisso, inerte e passivo.... Brasil.... pais da impunidade e da corrução...
 
Carlos Almeida em 07/04/2013 16:30:35
Indignação. O problema do Brasil não está na educação, na sáude, na segurança pública. O CÂNCER com metástase da minha terra é a corrupção.
Como combater a impunidade de país onde seus policiais e governantes usam fardas e ternos da corrupção? Como um país se desenvolve e progride onde o que vale é uma política aberta a atos viciosos que contemplam um grupo há muito tempo privilegiado e aflige aos menos favorecidos
Enfim, há diversas medidas que podem ser tomadas; porém o problema é muito maior do que imaginamos, com essa justiça falha cada vez mais vemos o povo fazer justiça com as próprias mãos, respondendo a violência com mais violência, se isso continuar o único Estado a progredir será o Estado Paralelo, cada vez mais fortalecido pela impunidade.
 
Luciana Centeno em 03/04/2013 11:20:08
marcelo miranda quando governador deixava atrasar 4 meses o pagamento do funcionalismo e já andava esquecido, quando então zeca do pt se elege e o traz de volta, indicando-o para o dnit, estou torcendo para que esta investigaçao não acabe em pizza e, alcance todos os envolvidos, vou comprar fogos e esperar.
 
claudenir a a angelo em 03/04/2013 11:19:12
é ate uma vergonha ele ainda estar no meio politico, nem de cidadão deve ser chamado , pois o que fez com nosso estado foi mais do que desfalque ...... cadeia nele já....
 
Rosangela Lopes em 03/04/2013 11:16:52
Eu não admiro mais essa ação do Marcelo Miranda, porque a história desse personagem nos é muito conhecida de "outros carnavais". O que me admira é que puseram ele num cargo que meche com dinheiro do povo. Esses seriamos responsáveis pelas más ações desse senhor. Jamais poderiam confiar essa função para o MM.
 
Olices Trelha em 03/04/2013 10:42:07
Esqueceram da lambança que este Marcelo Miranda fez quando governadordo Estado? Depois ficou fora de tudo, mais tarde voltou indicado pelo Zeca do PT para o Denit, perceberam a ligação forte com Lula Chefe de honra do mensalão, só foi retirado por este governo, não precisa ser inteligente para associar as coisas.
 
Romaldo Milani em 03/04/2013 10:41:30
QUEM JA AMARROU CACHORRO COM LINGUIÇA? FOI ISSO QUE ACONTECEU COM O EX E QUERIDO GOVERNADOR MARCELO MIRANDA... EU JA SABIA! ELE NÃO IA AGUENTAR!!!
 
MAURICIO SAMPAIO em 03/04/2013 09:59:51
É SÓ PENHORAR OS BENS DESTES CIDADÃOS ATÉ A DECISÃO FINAL DA JUSTIÇA, SE FOR ILICITO DEVOLVE O QUE FOI DESVIADO E MANDE ELES PRO SEU DESTINO CERTO (CADEIA). chega de manda os BONITINHOS pra cadeia em REGIME SEMI ABERTO com todas as regalias possíveis sem que reparem o que foi levado do ESTADO, DA UNIÃO OU DO MUNICÍPIO... depois pagam a pena e ficam com toda a grana desviada
 
MATEUS COSTA em 03/04/2013 09:58:25
Esse é gatuno da velha guarda...padrão Maluf, Sarney....
 
Luciano Bandeira em 03/04/2013 09:57:19
Se fez o que fez com o nosso estado, não iria fazer com Dnit, Cadeia nele.
 
Marcos José em 03/04/2013 09:42:15
Nossa que novidade!!!!! Esse sujeito é quase um "santo", quando era governador quase não teve noticias de corrupção contra ele. Agora depois de adquirir mais experiencia na função publica vcs não acreditam que ele esta sendo acusado de corrupção, que absurdo né!? Para quem não entendeu, o sarcasmo é a minha lingua. este sujeito jamais deveria ter voltado a trabalhar em qualquer tipo de função publica, isto já era previsto. E o pior é que ele foi colocado por pessoas eleitas por nós, que com certeza queriam esse tipo de administração por parte do dr. marcelo. Esse era um que deveria passar um bom tempo atras das grades.
 
fabio barbosa em 03/04/2013 09:35:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions