A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/02/2015 16:40

Ex-secretária mandou investigar e denunciou farra na educação à polícia

Edivaldo Bitencourt
Polícia iniciou investigação após solicitação de ex-secretária de Educação (Foto: Marcelo Calazans)Polícia iniciou investigação após solicitação de ex-secretária de Educação (Foto: Marcelo Calazans)

A ex-secretária estadual de Educação, Maria Nilene Badeca da Costa, afirmou, na tarde desta sexta-feira, que descobriu a farra com o dinheiro da pasta e determinou a apuração e denunciou o caso à Polícia Civil. Além disso, ela informa que determinou até ajuizamento de ação na Justiça para reaver o dinheiro público desviado.

Na quarta-feira, o Campo Grande News publicou que a Polícia Civil investiga farra nos gastos com a educação no Estado, que vão desde fraudes no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), reforma e locação de imóveis. O prejuízo aos cofres públicos chega a R$ 351 mil.

Ontem, a Secretaria de Educação tinha informado, em nota à imprensa, que identificou e demitiu o responsável pelas irregularidades. No entanto, o órgão não informou em que época puniu o autor e quem tomou as medidas para combater a farra.

Na tarde de hoje, Maria Nilene informou que foi a responsável pela identificação da irregularidade. “A fraude foi detectada pela Coordenadoria de Administração de Apoio Escolar da Secretaria Estadual de Educação, da qual era a titular, e que imediatamente foram tomadas todas as providências necessárias e cabíveis na defesa do erário público”, destacou.

A ex-secretária contou que determinou a instauração da sindicância para apurar a fraude, solicitou o levantamento pela Auditoria-Geral do Estado e encaminhou ofício ao delegado geral de Polícia, Jorge Razanauskas, para investigar os autores dos crimes.

Outra medida adotada, por determinação da Maria Nilene, foi ação judicial contra a empresa Compensados Santin Ltda, que recebeu R$ 193 mil sem contar com contrato. A ação tramita na 1ª Vara de Fazenda Pública de Campo Grande.

Secretaria diz que demitiu responsável por "farra" com verba na educação
A Secretaria Estadual de Educação identificou e demitiu o responsável pela farra com o dinheiro da pasta, que envolvia fraudes no pagamento do IPTU (...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions