A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/08/2013 16:19

Ex-secretário processa Ivandro por acusação de contratação por telefone

Edivaldo Bitencourt e Bruno Chaves

O ex-secretário municipal de Saúde, Leandro Mazina, foi à Justiça contar o sucessor, Ivandro Fonseca Corrêa, por conta da denúncia de que houve contratação de médicos por telefone na Santa Casa de Campo Grande. Em depoimento à CPI da Saúde da Assembleia, ele disse que ingressou com uma queixa-crime contra o atual titular da Sesau.

De acordo com Mazina, a acusação é calúnia e não procede. Ivandro insinuou que houve contratação de funcionários no hospital após a saída de Luiz Henrique Mandetta da secretaria para disputar um mandato de deputado federal.

Ele disse que tem documentos para provar de que houve uma readequação no hospital, como a contratação dos médicos por meio da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) que tinham vinculo como prestadores de serviço.

“Não houve contratação por telefone, não pode acontecer isso (sobre a contratação de médicos”, afirmou o ex-secretário. Ele também reclamou dos meios de comunicação, que acompanham os depoimentos na CPI e reproduzem as denúncias apresentadas à comissão. Assim como prefeito Alcides Bernal (PP), Mazina se considera perseguido pela imprensa.

Mazina presta depoimento à CPI da Saúde da Assembleia desde às 14h30 de hoje.

Mazina não explica porque não sanou irregularidades no Hospital do Câncer
O ex-secretário municipal de Saúde, Leandro Mazina, não explicou porque não conseguiu sanar as principais irregularidades no Hospital do Câncer. No d...
Era “constrangedor” gerir e fiscalizar Santa Casa, afirma ex-secretário
O ex-secretário municipal de Saúde de Campo Grande, Leandro Mazina, afirmou, em depoimento à CPI da Saúde da Assembleia Legislativa, que era “constra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions