A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/07/2010 08:05

Exame aponta 46% dos cães com leishmaniose, em Coxim

Redação

Levantamento feito pela Vigilância Sanitária do município de Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande, revelou um dado alarmante: de 344 cães examinados no bairro Vila Bela, 46% estavam contaminados pelo protozoário causador da leishmaniose.

A doença é transmitida ao homem pela picada de mosquitos flebotomíneos, também chamados de mosquito palha.

De acordo com informações do site Coxim Agora, não há registros de casos em humanos neste ano, mas a presença da doença em cães é sinal de alerta para que a população adote medidas preventivas, como limpar os terrenos baldios e a não deixar matéria orgânica acumulada.

Para cães infectados, a preconização dos órgãos de saúde é a eutanásia, uma vez que embora o animal tratado não manifesta sintomas continue sendo hospedeiro.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions