A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

20/09/2010 10:20

Família investiga morte de peão e acredita em latrocinio

Redação

A família do peão de fazenda José Dalvo Silva Filho, 32 anos, encontrado morto no último sábado (18/09), suspeita que ele tenha sido vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. Familiares disseram ter obtido esta informação apurando o crime por conta própria.

De acordo com um parente de José, que preferiu não se identificar, a vítima teve R$ 150 levados. Eles suspeitam de um amigo de infância do peão, que seria usuário de drogas, e que teria roubado para manter o vício.

O corpo foi encontrado em uma construção abandonada que fica a 50 metros da casa do suspeito. No dia do crime, Filho teria ido ao local para negociar a compra de um carro. "Ele supostamente viu que ele estava com dinheiro. Muitos vizinhos já confirmaram", disse o familiar da vítima.

A vítima teria sido levada até a construção abandonada e esfaqueada. O corpo tinha duas perfurações nas costas.

A família acredita, ainda, que Filho tenha sido agredido com pauladas antes de levar os golpes de faca. "A suspeita é que o assassino não tenha agido sozinho", disse o parente da vítima.

A partir do estado em que o corpo foi encontrado, das facadas e da suposta segunda arma do crime, a família começou a juntar as peças.

"Eu conversei com o sobrinho dele (suspeito), um garoto de 12 anos. Ele falou para mim que o tio dele disse como é fácil matar uma pessoa, é só dar uma facada nas costas e depois na garganta", conta o familiar.

Investigadores

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions