A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/05/2010 13:51

Farmacêuticos debatem salários em audiência amanhã

Redação

O Sinfar/MS (Sindicato dos Farmacêuticos de Mato Grosso do Sul) realiza amanhã uma audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir o piso salarial da categoria e a implementação de norma de vigilância sobre comércio de produtos alheios ao tratamento de saúde em farmácias.

De acordo com o presidente do Sinfar/MS, Luiz Mendes Júnior, o piso salarial de R$ 926, sem pagamento de horas-extras, que compõem um banco a ser utilizado em regime de compensação. A categoria reivindica pisos diferentes de acordo com a carga horária.

"Pedimos para que o profissional que trabalha 8 horas ganhe R$ 1.700, os que trabalham 6 horas ganhariam R$ 1.500 e os farmacêuticos que atuam com carga de 4 horas receberiam R$ 1.300. O profissional está desvalorizado com o piso recebido atualmente", explica Mendes Júnior.

O sindicato pede ainda o pagamento de R$ 3 por hora-extra trabalhada. Sobre a determinação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a audiência pretende esclarecer quais produtos podem continuar ao alcance do consumidor dentro das farmácias. Pela RDC 44, somente o farmacêutico teria acesso às fórmulas.

Outro ponto na nova norma versa sobre as 'farmácias-mercearias', estabelecimentos que, além dos medicamentos, comercializam refrigerantes, sorvetes, alimentos e uma grande variedade de produtos inadequados para este tipo de estabelecimento.

A audiência pública está marcada para às 14 horas desta quinta-feira (27).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions