ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Fiems aponta déficit de qualificação profissional em MS

Por Redação | 05/08/2008 20:43

Um levantamento feito pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) apontou a necessidade 33 mil trabalhadores qualificados até 2010, no Estado.

O levantamento é resultado de uma pesquisa realizada entre outubro de 2007 a janeiro deste ano pelo Senai/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e foi divulgado hoje pelo diretor-corporativo da Fiems, Jaime Verruck.

Na avaliação dele, o levantamento traça o perfil de trabalhador que a indústria precisa para que o Senai possa reestruturar cursos e reformular a questão pedagógica.

A Pesquisa apontou que as atividades econômicas com maior necessidade de qualificação de mão-de-obra são, pela ordem, setor têxtil e vestuário, couro e artefatos de couro, cerâmica, extração e transformação de metais, madeira e mobiliário, alimentação e construção civil.

O levantamento foi feito junto a 120 empresas de pequeno, médio e grande porte. Nas entrevistas, 63,3% empresas que afirmaram possuir planos de expansão ou modernização para os próximos dois anos. Desse total, 71% afirmaram que o quadro de pessoal deve ser ampliado em decorrência disso.

Nos siga no Google Notícias