ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  13    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Financiamento de R$ 55 mi para mobilidade é adiado

Por Redação | 30/04/2010 10:51

A liberação do financiamento de R$ 55 milhões para mobilidade urbana foi adiada e deverá ser discutida na próxima reunião do Conselho Monetário Nacional, dia 27 de maio.

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), esteve ontem em Brasília, para apresentar a documentação necessária referente ao projeto.

Nelsinho discutiu a liberação do recurso com os integrantes do Conselho: o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, além dos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Paulo Bernardo.

O diretor da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade, revela que deve ir a Brasília na próxima semana com o secretário municipal de Governo, Rodrigo Aquino. O objetivo é acertar os últimos detalhes para que o assunto entre na pauta da próxima reunião e o financiamento seja liberado.

As ações de mobilidade urbana contemplam projetos para modernização semafórica, sinalização, instalação de abrigos de ônibus, ciclovia e construção de pontes.

O maior investimento, orçado em R$ 35 milhões, será no parque semafórico.

A previsão é que os semáforos de 300 cruzamentos passem pela modernização, que inclui troca de colunas, braços de sustentação, lâmpadas e aterramento. Para a sinalização, o investimento será de R$ 6 milhões.

Já R$ 3 milhões serão destinados à instalação de mil abrigos de ônibus. O projeto ainda inclui uma ciclovia ligando os terminais Morenão e Guaicurus, na avenida Gury Marques.

Também estão previstos R$ 8 milhões para a construção de pontes e passarelas, principalmente, sobre o rio Anhanduí, na região do Aero Rancho.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário