A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

16/11/2017 12:22

Gaeco apura repasse de R$ 3 milhões de contratos a agências de fachada

Ação mira em empresas que mantiveram convênios com o Governo de MS em 2012 e 2013

Mayara Bueno
Sede do Gaeco no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis).Sede do Gaeco no Parque dos Poderes, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis).

A operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) chamada de Propaganda Enganosa, deflagrada nesta quinta-feira (16 ), mira em três agências de publicidade que tiveram contratos com o Governo de Mato Grosso do Sul entre 2012 e 2013 e que teriam repassado R$ 3 milhões a empresas de fachada.

A investigação apura indícios de crimes contra o patrimônio público, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão na manhã de hoje.

As três agências - cujos nomes não foram revelados - funcionam em Campo Grande, conforme a investigação. As empresas de fachada constam no mesmo endereço das agências e foram abertas em nome de laranjas.

A movimentação bancária e a quantidade de funcionários considerada insuficiente para o suposto serviço contratado provocaram suspeita inicialmente pelo COAF (Conselho de Controle de Atividades Econômicas).

Depois, por meio de quebra de sigilo bancário autorizado judicialmente, o Gaeco constatou o repasse de R$ 3 milhões. "Dos quais boa parte foi sacada na boca do caixa pelos investigados, ora sócios das empresas de fachada".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions