A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/04/2010 15:46

Garagem Siqueira deu prejuízo de R$ 170 mil a 12 vítimas

Redação

A Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) apurou até agora que a garagem Siqueira Automóveis lesou 12 consumidores, cujos prejuízos somados são de R$ 170 mil.

Segundo o delegado, Adriano Garcia, a empresa entrou em processo de falência e os proprietários começaram a aplicar golpes usando a crise financeira como justificativa. As investigações ocorreram em 2008 e durante dois anos a Polícia tentou encontrar o dono da empresa, Genival Siqueira, sem sucesso.

No fim do ano passado, a esposa dele, Ione, foi localizada, mas alegou que o esposo e as filhas estavam morando em cidades diferentes e se recusou a fornecer endereços.

O monitoramento teve continuidade e em 21 de abril deste ano um irmão da piloto Fábia Siqueira, filha de Genival, veio para a Capital passar o feriado e através deles a Polícia chegou até Fábia, que estava morando com o rapaz em Engenheiro Coelho, no interior de São Paulo.

A outra filha de Genival, Flávia e Ione tiveram a prisão preventiva decretada e foram presas na casa da família, na Vila Bandeirantes, na terça-feira. Uma equipe de policiais prendeu Fábia, com base em prisão temporária, em Engenheiro Coelho. Também foi decretada a prisão preventiva de Genival, mas ele continua foragido.

Através de Fábia, o delegado conversou com Genival, por telefone e ele disse que já estava sabendo da situação, mas iria conversar com o advogado antes de tomar qualquer atitude. O delegado espera que ele se apresente: "que você espera de um pai que tem as filhas a esposa e a irmã presas?", indagou.

Também está presa a irmã de Genival, Aparecida Siqueira da Silva, 51 anos. As mulheres estão presas no 3º Distrito Policial, no Carandá Bosque, porque não há celas na Deco. Todos vão responder por estelionato e formação de quadrilha.

A Polícia espera que mais vítimas se apresentem a partir da divulgação do caso, uma vez que há vários processos contra a família tramitando na área cível.

O advogado criminalista Alberto Gaspar, que defende Fábia, Flávia e Ione diz que dentro de algumas horas vai entrar com pedido de revogação das prisões "uma vez que todos os esclarecimentos que deviam à Justiça já foram feitos, elas podem ficar em liberdade".

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions