A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/07/2010 11:15

Garotos que agrediram filho de magistrado são perdoados

Redação

Em audiência de reconciliação, os dois adolescentes que agrediram o filho de um desembargador, de 15 anos, foram perdoados e o processo foi extinto.

O procedimento, presidido pelo juiz Danilo Burin na semana passada, contou com a presença dos pais dos três envolvidos no caso.

A audiência foi marcada pela emoção. Os pais dos garotos choraram e os adolescentes, de 17 anos, se comprometeram a não voltar cometer mais a cometer infrações.

"A família aceitou as pazes", revela o advogado de um dos garotos, Antônio Sérgio de Almeida Brochado.

Ele explica que a audiência foi uma sugestão do juiz, prontamente acatada pelo desembargador, pai da vítima. "Ele julgou que os pais do meninos têm uma boa estrutura, dão ensino de qualidade ao filhos", comenta o advogado.

Ao final da audiência, os adolescentes se abraçaram. Procurada pelo Campo Grande News, a Mãe de um dos acusados da agressão preferiu não falar sobre o assunto.

Os dois garotos já retornaram à escola, ambas particulares e de alto padrão em Campo Grande.

O caso - Na madrugada do dia 3 de junho o filho do magistrado participava de uma festa de aniversário, quando, segundo investigações feitas pela Deaiji (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), um grupo de quatro garotos entrou e se misturou aos convidados.

Segundo a Polícia, um dos garotos presos escolheu aleatoriamente um alvo. Um deles deu soco no filho do desembargador, o outro foi o que chamou o garoto até o local para ser agredido.

Os dois adolescentes chegaram a ficar em Uneis (Unidades Educacionais de Internação) da Capital devido à agressão. Um durante 4 dias e o outro por quase dois dias, por ter se apresentado à Polícia depois.

A prisão provocou revolta de pais e amigos dos adolescentes por considerarem que a medida só foi tomada por se tratar de filho de desembargador.

Ministério Público faz contrato de R$ 3 milhões com empresa de informática
O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) firmou contrato de R$ 3,3 milhões com a empresa Click Ti Tecnologia Ltda. Com validade de seis me...
Novos critérios definem morte encefálica e afetam doação de órgãos
O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou hoje (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions