A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

14/01/2015 17:50

Governador diz que será criativo para reduzir déficit habitacional em MS

Prioridade será família na faixa de renda de zero a três salários mínimos

Juliene Katayama
Posse de Maria do Carmo demorou 14 dias porque secretária estava em férias (Foto: Alcides Neto)Posse de Maria do Carmo demorou 14 dias porque secretária estava em férias (Foto: Alcides Neto)

Durante a posse da secretária do Estado de Habitação, Maria do Carmo Avesani, que atrasou 14 dias, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que vai dar atenção às famílias com renda de zero a três salários mínimos. Segundo ele, o déficit habitacional no Estado varia de 70 mil a 80 mil casas.

“Temos de ser criativos para buscar nosso objetivo para reduzir o déficit habitacional, vamos atingir a faixa dos mais necessitados que recebem de 0 a 3 salários mínimos”, afirmou Azambuja. O tucano disse ainda que está criando um plano para zerar o déficit. "Em 120 dias vamos anunciar o planejamento para quatro anos para o déficit habitacional que é de 70 a 80 mil”, completou.

O governador também prometeu ser mais criterioso na seleção das famílias beneficiadas. “Vamos ter olha clínico nas inscrições”, resumiu. Segundo o gestor, o objetivo é evitar que uma família receba duas casas.

Em relação à ausência da secretária de Habitação neste início de governo, Maria do Carmo garantiu que não houve nenhum atraso. “Ainda é começo de governo, algumas pessoas estão sendo incorporadas na equipe”, pontuou a titular.

A secretária é engenheira civil com experiência profissional de mais de 30 anos na área habitacional. Apesar do vasto currículo, Maria do Carmo aceitou o convite de assumir a pasta no Estado por retornar às origens. “É muito bom usar a experiência dentro do seu Estado. Gostei como Reinaldo vai tratar os assuntos administrativos e governamentais”, ressaltou.

Maria do Carmo reconhece os desafios a serem enfrentados, mas enfatiza a vantagem quando se tem uma parceria dos três governos. “Não será fácil por causa do pouco recurso, mas terá parceria dos governos federal, estadual e municipal. E o grande desafio é o fortalecimento municipal”, acrescentou.

Conheça a secretária – Maria do Carmo tem vivência em cargos de gerência de projetos de obras públicas e privadas, diretoria de Serviços Viários e Transportes Urbanos, foi gerente e posteriormente presidente da Agehab (Agência de Habitação do Estado de Mato Grosso do Sul), Superintendente de Habitação do Estado de Mato Grosso do Sul e, no Ministério das Cidades, gerente de Urbanização de Assentamento Precário e diretora de Produção Habitacional.

A secretária ainda tem experiência no planejamento, execução e gerenciamento de programas de financiamento para obras públicas, regularização fundiária, estudos de viabilidade econômica para captação de financiamento em organismos nacionais e da América do Sul, coordenação da unidade executora estadual do programa Habitar Brasil (BID), desenvolvimento de políticas e diretrizes de programas nacionais de habitação e desenvolvimento, gestão e monitoramento do programa federal Minha Casa, Minha Vida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions