A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/03/2011 12:28

Governador nega falta de combustível em viaturas da PM

Ítalo Milhomem
Governador ressaltou investimentos na área de segurança e negou falta de combustível para viaturas (Foto: Rachid Waqued)Governador ressaltou investimentos na área de segurança e negou falta de combustível para viaturas (Foto: Rachid Waqued)

O governador, André Puccinelli (PMDB) afirmou que as notícias de falta de combustível para viaturas da PM são mentirosas. As declarações foram dadas durante a entrega as chaves das viaturas, motocicletas e ambulâncias para representantes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros na manhã desta quinta-feira (3), na governadoria.

“Quem falar que não tem gasolina é mentiroso. São cotas de 17 litros por dia para as viaturas que consomem menos e 20 litros para viaturas que consomem mais. Ronda não é para ser feita a 60 km/h, a não ser quando estiver na captura de algum meliante”, alertou o chefe do executivo.

Puccinelli também comparou o quantitativo de viaturas que pegou no início do governo em 2006.

“No governo Zeca eram 500 viaturas nos cavaletes (manutenção) e 280 andando. No meu governo são 1083. São 160 em manutenção e 843 rodando”, comparou o governador.

O governador reforçou que a segurança pública desde o início do seu primeiro mandato foi prioridade.

“O governo investiu, investe e continuará investindo em sem segurança pública como a prioridade que os cidadãos sul-mato-grossenses exigem”, afirmou o governador.

Novas Viaturas

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, pediu maior cuidado com as novas viaturas. Hoje há um alto índice de viaturas foras das ruas em manutenção.

“Recomendamos aos comandantes das corporações que a viaturas tenham um controle mairo, precizamos zelar pela coisa pública, assim como por todas as viaturas, que foram adquiridas com recursos das multas aplicadas em cada município”, alertou Jacini.

Foram entregues 29 novas viaturas e 15 motocicletas que atenderão o policiamento em 27 municípios do Estado, além de uma camionete L200 para PM, quatro unidades urgência para o Corpo de Bombeiros e três ambulâncias para atender o sistema penitenciário.

Os municípios atendidos pelas novas viaturas foram: Amambai, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bonito, Campo Grande, Cassilândia, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

Já as motocicletas vão beneficiar as cidades de Corumbá, Ladário, Naviraí, Aparecida do Taboado, Bonito, Maracaju, Nova Alvorada do Sul e Rio Brilhante.

Ao fim da cerimônia de entrega das chaves, Puccinelli vistoriou as viaturas e veículos adquiridos pelo governo na companhia da vice-governadora, Simone Tebet, dos deputados estaduais, Eduardo Rocha (PMDB), Junior Mochi (PMDB), Márcio Fernandes (PTdoB), Dione Hashioka (PSDB) e Mara Caseiro (PTdoB), além de prefeitos do interior.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Esse governador e secretario é contra a PM, não tem combustivel suficiente e muito menos essa quantidade de viatura, imprenssa por favor pesquisem a verdade, vai la na oficina confiança e ve a realidade, a segurança publica esta sucateada no nosso Estado, alem da falta de reconheciemnto os profissionais de segurança publica, com uma politica salarial que acaba com a dignidade do policias, verdade ja sr governador.
 
Adriano Araujo em 03/03/2011 10:40:39
e realmente fica dificil uma vtr trabalhar 24 horas com 20 litros de combustivel, isso e o que ocorre em MARACAJU- MS, uma cidade com mais de 30 mil habitantes, trabalhar com apenas uma viatura e 20 litros de combustivel, ai os PMs tem que escolher qual ocorrência ira atender, pois reamente não da para atender todas, e quando tem que ir atás do bandido, tem que voltar do meio do caminho se não quizer ficar sem combustivel, realmente e uma vergonha esse Estado.....
 
luciana nicoletti em 03/03/2011 10:20:07
Que vergonha!
Não têm viatruas e nem combustiveis.
Peçam para ver as contas que o Estafo paga nos postos de saúde para verem como diminuiram o valor pago.
Poruqê?
Porque não há combustível suficiente nas viaturas policiais do Estado.
Verifiquem senhores, vâo até os postos de combustiveis ou peçam para ver as contas do Estado com combustíveis.
 
Edgar Gomes em 03/03/2011 05:40:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions