A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/01/2016 11:12

Governo adia abertura de propostas para pavimentação de quatro rodovias

Plano de recuperação inclui caminho 74 km mais curto até Bonito

Mayara Bueno
MS-345; há previsão de pavimentação no trecho entre Bonito e Anastácio. (Foto: Thomaz Caroço)MS-345; há previsão de pavimentação no trecho entre Bonito e Anastácio. (Foto: Thomaz Caroço)

O governo estadual adiou para 2 e 3 de fevereiro a abertura de propostas de empresas interessadas em pavimentar quatrorodovias de Mato Grosso do Sul. Os avisos de convocações das licitações foram publicados em 21 de janeiro no Diário Oficial do Estado, incluindo a pavimentação da MS-345, que deve encurtar em 70 km o caminho pavimentado até Bonito, um dos principais destinos brasileiros do ecoturismo.

Segundo informações da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura), o andamento dos certames estava previsto para 26 e 27 de janeiro. No entanto, o adiamento ocorre para “adequação em dados do edital”.

Na fase seguinte, as empresas deverão apresentar o projeto executivo de engenharia para implantação e pavimentação de segmento da rodovia, com estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental em 479,45 quilômetros. 

Uma das convocações que estava marcada para esta quarta-feira (27) é para o projeto referente à pavimentação da MS-345, no trecho de 100 quilômetros entre Bonito e Anastácio, a partir do entroncamento com a BR-419, conhecido como “21”.

Pavimentar esta rodovia reduzirá em 74 quilômetros a viagem, por via rodoviária asfaltada, entre Campo Grande e a cidade turística de Bonito, que recebe um fluxo de 85 mil turistas por semestre. Não há previsão de custo, por enquanto, uma vez que as empresas ainda não apresentaram as propostas e estudos. Mas, ainda, segundo o governo, a estimativa é de investimento de R$ 622,7 milhões, levando em consideração a média do custo de R$ 1,3 milhão por quilômetro.

Na terça-feira (26), 10 empresas apresentariam propostas de projeto para a MS-338, em dois trechos. primeiro, com 106,9 km, vai do entroncamento BR-262/MS (Mutum) ao entroncamento da MS-040, nos municípios de Ribas do Rio Pardo e Santa Rita do Pardo. Os outros 111,7 km serão a partir do entroncamento da MS-357 (Lagoa Sanguessuga), nos municípios de Camapuã e Ribas do Rio Pardo. A via atende escoamento da safra.

O projeto para a MS-134 compreende 80,7 km no trecho entre entroncamento da MS-040 à BR-267/MS (Casa Verde), nos municípios de Ribas do Rio Pardo, Nova Andradina e Santa Rita do Pardo. Para a MS-382, a pretensão é pavimentar 79,4 km entre os entroncamentos das BR-060 e MS-270, nos municípios de Guia Lopes da Laguna e Ponta Porã.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions