A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/02/2016 12:02

Governo avalia semana que vem impacto financeiro de reajuste salarial

Leonardo Rocha
Rose Modesto, Eduardo Riedel e representantes dos professores se reuniram ontem (11), na Governadoria (Foto: Chico Ribeiro/Governo MS)Rose Modesto, Eduardo Riedel e representantes dos professores se reuniram ontem (11), na Governadoria (Foto: Chico Ribeiro/Governo MS)

O governo estadual irá avaliar na semana que vem, qual será o impacto financeiro, com o reajuste de 11,36% no salário dos professores, relativos ao piso nacional. Houve ontem (11) um pré-acordo com a categoria, mas na próxima terça-feira (16), se pretende fechar a negociação e decidir como será pago o retroativo desde janeiro.

De acordo com a assessoria da Segov (Secretaria de Governo e Gestão Estratégica), só depois de se chegar a definição de todos estes termos, é que o governo estadual poderá avaliar e divulgar o impacto do reajuste nos cofres públicos. A expectativa é que nesta reunião de terça-feira, todos os pontos sejam fechados.

O presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em educação de MS), Roberto Botareli, inclusive já divulgou que com este acordo, o salário base dos professores da rede estadual, em 40 horas semanais, será de R$ 3.151,78, sendo que atualmente, eles recebem R$ 2.830,26. Já aos profissionais com carga de 20 horas, ficará em R$ 1.575,00.

Botareli ainda revelou que na reunião ficou acertado que a folha de fevereiro, paga no começo de março, já vai constar este reajuste, restando ao governo estadual apenas definir como será pago o "passivo" referente a folha de janeiro, em que os professores não tiveram o devido aumento.

Estão participando desta tratativa a vice-governadora, Rose Modesto, além dos secretários Eduardo Riedel (Segov) e Carlos Alberto Assis (Administração). Na reunião de ontem, quem o representou foi o adjunto da SAD (Secretaria de Administração), Édio Viegas.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions