A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/09/2016 11:53

Governo espera propostas para universalizar esgoto sob concessão da Sanesul

Governador comentou sobre 1° parceria público-privada

Richelieu de Carlo e Leonardo Rocha
Governador falou sobre a parceria público-privada com a Sanesul (Foto: Fernando Antunes)Governador falou sobre a parceria público-privada com a Sanesul (Foto: Fernando Antunes)

Definidas as quatro empresas habilitadas a tentar parcerias com a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), agora será iniciada a fase de apresentação dos projetos de um programa bilionário que prevê, em uma década, universalizar os serviços de coleta e tratamento de esgoto nos municípios atendidos pela estatal.

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), ressaltou na manhã desta sexta-feira (16) que, nesta fase, cada habilitada irá apresentar uma proposta, detalhando qual será o valor investido e quanto tempo vai levar para implantar a rede de esgoto nas 68 cidades atendidas pela Sanesul.

Azambuja explica que neste segundo momento as empresas apresentam o PMI (Proposta de Melhor Interesse), para que então o governo estadual possa decidir qual será a escolhida a fechar as parcerias com a Sanesul. "Tem um prazo previsto no edital, para que entreguem este projeto", disse o tucano.

Reinaldo voltou a dizer que, nesta parceria, a empresa escolhida vai entrar com um aporte financeiro e depois receberá sua contrapartida e lucro, durante a concessão de 30 anos, com um percentual na tarifa do serviço dos contribuintes. "Não se trata de uma privatização, em nenhum momento houve a intenção de vender a Sanesul, é bom esclarecer esta questão".

O governador já havia declarado que se este esgotamento completo fosse realizado somente pela Sanesul, o serviço poderia levar de 50 a 60 anos para ficar pronto. Enquanto que nesta parceria com a iniciativa privada, tem previsão de ser concluído em 10 anos.

Foi publicado ontem (15) no Diário Oficial do Estado, o nome das quatro empresas que foram habilitadas nesta primeira fase: Aegea Saneamento e Participações S.A, Andrade Gutierrez Concessões S.A, Infra Engenharia e Consultoria Ltda, e Telar Engenharia e Comércio S.A. 

Elas foram convocadas a comparecer na reunião preliminar, que será realizada em 5 de outubro. A participação no encontro fica limitada a dois representantes de cada empresa, ou na hipótese de consórcio, dois participantes para cada empresa integrante.

Lista com empresas autorizadas a elaborar estudos para a Sanesul é divulgada
Foi divulgada nesta quinta-feira (15) no Diário Oficial do Estado lista de empresas autorizadas que receberam autorização para elaborar estudos técni...
Governo lança edital da parceria público privada na Sanesul nesta quinta-feira
O governo estadual lançou, nesta quinta-feira (23), o edital da primeira PPP (Parceria Público Privado) do Estado, que atenderá a Sanesul. Às 14h30, ...
Renovação de concessão da Sanesul por mais 30 anos causa polêmica
Com início previsto para 18h30 desta segunda-feira (6), a sessão da Câmara de Vereadores de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, deve ser marca...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions