A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/06/2016 16:02

Renovação de concessão da Sanesul por mais 30 anos causa polêmica

Vereadora Délia Razuk procurou Ministério Público para reclamar da falta de audiência pública antes da votação, prevista para hoje

Helio de Freitas, de Dourados

Com início previsto para 18h30 desta segunda-feira (6), a sessão da Câmara de Vereadores de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, deve ser marcada por discussões polêmicas sobre a renovação da concessão para a Sanesul continuar explorando o serviço de água e esgoto do município por mais 30 anos.

O projeto encaminhado pelo Executivo na sexta-feira (3) entrou na pauta da sessão de hoje com pedido de regime de urgência, mas a medida foi criticada pela vereadora Délia Razuk (PR), pré-candidata à prefeita eleição deste ano.

Nesta tarde, ela procurou o Ministério Público para reclamar de descumprimento das regras para renovação da concessão, que preveem, entre as medidas, a realização de uma audiência pública antes de o projeto ser votado em plenário.

Em postagem na rede social Facebook, a assessoria da vereadora informou que o projeto encaminhado à Câmara não traz nenhum documento detalhando o que a Sanesul vai oferecer para assumir a concessão por mais 30 anos.

“A população precisa estar presente porque precisamos saber se realmente esse projeto é o ideal para nossa cidade. Eu acho um absurdo não termos o projeto completo, ou seja, acompanhado de documentos, outro absurdo é votar contra o regimento interno da Câmara”, afirma o texto.

“A água é nossa, portanto, o consumidor precisa participar das decisões acerca de assuntos de extrema importância como este”, disse a vereadora.

A Câmara não divulgou a pauta da sessão de hoje, mas o Campo Grande News apurou que o projeto vai ser votado hoje.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions