A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/05/2015 17:13

Governo pretende rever prioridades antes de dividir conta da Santa Casa

Michel Faustino
Comissão foi oficializada na tarde de hoje em reunião realizada na Santa Casa. (Foto:Assessoria/Santa Casa)Comissão foi oficializada na tarde de hoje em reunião realizada na Santa Casa. (Foto:Assessoria/Santa Casa)

O secretário de Estado e Saúde, Nelson Tavares, afirmou na tarde de hoje (13) durante a oficialização da comissão tripartite, que pretende analisar os procedimentos realizados pela Santa Casa de Campo Grande, que o levantamento será necessário para que, o “Estado possa contribuir de maneira mais efetiva”. O município, por sua vez, espera que a conta seja dividida “meio a meio”.

Segundo Tavares, o trabalho da comissão, formada por representantes do município, Estado e Santa Casa, será feito de forma intensa para garantir um levantamento preciso dos serviços que atualmente são prestados pela entidade. Segundo ele, essas informações serão importantes para definir como e de que forma o Estado deverá contribuir “daqui para frente”.

O secretário municipal de Saúde, Jamal Salem, acredita que o trabalho deve dar subsídios para que o problema com os recursos destinados ao hospital “seja solucionado de maneira definitiva”. Ontem, foi assinado termo aditivo ao contrato de prestação de serviços envolvendo a prefeitura e a Santa Casa, no valor de R$ 3 milhões, no entanto, com validade até o dia 31 de maio.

“Sabemos da importância da Santa Casa, não só para Campo Grande, mas para todo o Estado e por isso precisamos buscar resolver estes problemas de uma maneira que possamos dar segurança, principalmente a população que busca os atendimentos”.

Conforme Jamal, até o final de maio, o relatório sobre o fluxo de atendimento deve ser apresentado e uma nova reunião deve acontecer para estabelecer as normas de pactuação de um novo contrato, este já com a participação do Estado, com a Santa Casa.

Contribuição - O presidente da Santa Casa, Wilson Teslenco, disse que trabalho semelhante o que será realiza já é feito e um relatório é elaborado trimestralmente, no entanto, entende que existe uma exigência por parte do Governo do Estado para que possa contribuir com a prefeitura, e que a entidade está aberta a contribuir, inclusive participando da comissão com a cedência de um servidor que acompanhará os trabalhos.

Comissão - A comissão tripartite é formada por nove membros, sendo cinco da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), três da SES (Secretaria de Estado e Saúde) e um da Santa Casa de Campo Grande.

Sesau : Daniel kiozo Saito,  chefe da coordenadoria de regulação dos serviços de saúde; Nilo Sergio Laureano Leme, auditor de serviços da saúde do município;  Tatiana Weber Leite ;  Fernando Hortenci Borges e Renato Loureiro de Figueiredo, ambos da diretoria de relações institucionais em Saúde do município.

Estado: Domingos Sávio de Lima, auditor-contador da Secretaria de Saúde do Estado; Ana Claúdia Artigas Figueiredo, auditora-contadora da SES , Ed Carlo Brito Burgatt, coordenador da regulação estadual da SES.

Santa Casa - Enfermeira Claudenice Valente Ferreira, diretora operacional da Santa Casa de Campo Grande.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions