A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

15/01/2018 12:08

Governo repassa R$ 1,7 milhão para sete cidades atingidas pela chuva

“Há todos os esforços para que os estragos sejam sanados para não afetar o calendário escolar”, diz Rose

Aline dos Santos e Mayara Bueno
Segundo Rose, calendário escolar deve ser mantido.
(Foto: André Bittar)Segundo Rose, calendário escolar deve ser mantido. (Foto: André Bittar)

Os sete municípios com situação de emergência reconhecida pelo governo do Estado terão ajuda de R$ 1,7 milhão em repasse. “São R$ 250 mil para cada município e mais R$ 80 mil em óleo diesel”, afirma a governadora em exercício Rose Modesto (PSDB).

Afetados por chuvas intensas, entraram no decreto do governo os municípios de Iguatemi, Tacuru, Sete Quedas, Coronel Sapucaia, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí e Eldorado.

As cidades de Deodápolis, Batayporã, Japorã, Miranda, Rio Verde de Mato Grosso, Bataguassu, Porto Murtinho, Iguatemi, Mundo Novo e Amambai também declararam emergência, mas a situação, nestes casos, ainda não foi validada pelo governo. Conforme Rose, os critérios para o decreto são definidos pela Defesa Civil.

Aulas - “Por enquanto, o calendário escolar segue como está previsto. Uma eventual mudança vai ser discutida com cada município e com a Assomasul[Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul]”, afirma a governadora. De acordo com a SED (Secretaria Estadual de Educação), o ano letivo começa no dia 6 de fevereiro, mas os estudantes voltam às aulas no dia 15 de fevereiro.

“Há todos os esforços para que os estragos sejam sanados para não afetar o calendário escolar”, diz. Nesta segunda-feira (dia 15), em Campo Grande, a governadora participou da posse da diretoria do Conselho Estadual Antidrogas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions