A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/07/2013 15:47

Gripe suína pode ser causa da morte de adolescente em Bandeirantes

Elverson Cardozo

A Secretaria Municipal de Saúde de Bandeirantes, a 70 quilômetros de Campo Grande, investiga a morte de uma adolescente de 14 anos por suspeita de H1N1, o vírus da gripe suína. Este seria o primeiro caso da gripe na cidade.

Segundo o secretário de Saúde do município, Gilvan Gonçalves, Railuce Fabiane Ferreira Lima passou por quatro médicos, que, a princípio, suspeitaram de dengue.

A menina não chegou a ficar internada em Bandeirantes. Ela apenas ficou em observação, mas o quadro se agravou e a adolescente foi transferida para a Santa Casa de Campo Grande no sábado. No domingo, morreu.

“Estamos aguardando os laudos da Santa Casa, fazendo apuração junto aos médicos locais e esperando um comunicado da Secretaria de Saúde do Estado. Há boatos de H1N1, mas são só boatos”, disse.

Gilvan ressalta que, oficialmente, a informação que se tem é que Railuci estaria com dengue, mas, pela suspeita, a morte por conta do vírus Influeza está sendo investigada.

Levantamento - Em todo o Estado, Secretaria Estadual de Saúde investiga mais de cinco mortes pelo vírus nos últimos cinco dias. Até agora, quatro casos foram confirmados, todos em Campo Grande.

A doença, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado hoje (16), pode ter matado 16 pessoas. O número oficial é superior ao número de mortes registradas em 2012. Segundo o órgão, foram sete óbitos confirmados no ano passado.

Em cinco dias, 5 pessoas morreram após apresentar os sintomas da gripe suína, sendo duas na Capital, uma em Ribas do Rio Pardo, uma em Bandeirantes e outra em Sidrolândia. Outros sete óbitos já estavam sob investigação na semana passada.

Na ocasião foram registrados três óbitos na Capital, dois em Coxim, um em Nova Andradina e outro em Tacuru. Em 2012, foram confirmadas 7 mortes, sendo 4 em Campo Grande, uma Sidrolândia, uma em Coxim e outra em Ponta Porã.

Desde o dia 17 de maio deste ano, quando foi divulgado o primeiro boletim, o número de casos suspeitos de H1N1 em Mato Grosso do Sul chega a 366, sendo apenas 166 na Capital.

Gripe suína pode ter matado 16 pessoas em MS e já supera 2012
A Secretaria Estadual de Saúde (SES) investiga mais cinco mortes causadas pela vírus influenza H1N1, mais conhecida como gripe suína, em Mato Grosso ...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


POVO IGNORANTE! A culpa não é do médico e nem do prefeito! A culpa é do próprio povo! No Brasil é assim, o povão gosta de culpar os outros, mas NÃO ASSUME A PRÓPRIA CULPA! Há uma falta generalizada de bom senso neste país. Ninguém quer colaborar com um país melhor, não.
 
Rogerio Santiago em 18/07/2013 09:24:38
E TEM MAIS, SOUBE, QUE A JOVEM PASSANDO MAL NO HOSPITAL DE BANDEIRANTES, O DR, MANDOU COLOCAR NA AMBULÂNCIA E LEVA-LA PARA CAMPO GRANDE, NEM SEQUER SOLICITOU VAGA, AQUI EM CAMPO GRANDE COLOCARAM A MENINA MAL NUM TAXI E MANDARAM LEVA-LA PRA SANTA CASA...E SÓ INVESTIGAR ISSO TBM....COITADA DESSA MÃE...
 
marco roberto souza em 17/07/2013 13:29:01
BANDEIRANTES A SAÚDE É PRECÁRIA MEU FILHO DE 2 ANOS FOI ATROPELADO LEVEI AO HOSPITAL E A MEDICA QUE SE DIZ MEDICA DR. CAROLINA NÃO DEU NEM OS PRIMEIROS SOCORROS FICOU ME PERGUNTANDO ONDE ELE ESTAVA SENTINDO DOR, PARA MIM ELA NÃO SABE ATENDER URGÊNCIA, TIVE QUE TIRAR MEU FILHO POR CONTA PRÓPRIA E LEVAR PARA CAMPO GRANDE PEDI AJUDA PARA PRF PORQUE ELE COMEÇOU A TER CONVULSÃO NA ESTRADA,
É UMA VERGONHA PARA CIDADE. TEM QUE INVESTIGAR OS MÉDICOS QUE VEM.
 
viviane zanata de souza em 17/07/2013 10:16:56
Na opinião da população de Bandeirantes isso não passa de uma tentativa de desviar a incompetência do Secretário de Saúde com formação em Ensino Fundamental.. e de um médico que mais fica falando no celular do que atendendo e diagnosticando corretamente pacientes, infelizmente em Bandeirantes a saúde esta uma precariedade só, pois o Prefeito confiou a principal secretaria nas mãos de um incompetente em 7 meses ja se foram 1 bebe e 2 crianças. Mas Graças a Deus o ministério Publico juntamente com o Presidente da Câmara já estão tomando as medidas cabíveis para responsabilizar os incompetentes pela morte da menina de 14 anos.
 
Julia Souza em 17/07/2013 08:26:26
Por isso que a prevenção é a melhor solução, o governo tem por obrigação oferecer vacinas para toda população, não só para alguns grupos, todos nós estamos sujeitos de nos contaminar, um descaso, poderiam ter evitado essas mortes! Lamentável...
 
Maria Lina em 16/07/2013 17:39:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions