ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 22º

Cidades

Homem de 42 anos morre na Santa Casa também sob suspeita de gripe A

Por Paula Maciulevicius | 04/06/2013 09:59

Um homem de 42 anos morreu na madrugada desta terça-feira, na Santa Casa, com suspeita de gripe A. O caso já foi notificado e está sob investigação da Secretaria de Saúde do Estado. Este é o segundo óbito a ser apurado, o primeiro é do pedreiro Cezar Melo Chaves, 32 anos, morto no último dia 29, também na Santa Casa, em Campo Grande.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, foi descartado como H1N1 o caso do homem de 35 anos de Água Clara, que morreu em Três Lagoas na semana passada.

Até esta terça-feira (04), das 91 notificações em Mato Grosso do Sul, três casos foram confirmados, dois deles em Campo Grande e um em Três Lagoas.

Os exames da estudante de Arquitetura Janaína Sonsim, 20 anos, que morreu no Proncor no dia 25 de maio deram inconclusivos. A família da jovem não permitiu que fosse feita necropsia e a Secretaria de Saúde se baseou apenas no exame inicial de coleta de amostra de mucose, que não conseguiu confirmar as causas do óbito. O resultado saiu na semana passada.

Janaína deu entrada na madrugada do dia 25 no hospital e morreu por volta das 13h. A jovem acordou com dores nas costas, parecendo um problema muscular e foi até o Proncor. Ela foi submetida a vários exames de raio-x e de sangue e os sintomas pareciam de pneumonia. Pela dificuldade em respirar, a jovem foi encaminhada para o CTI (Centro de Terapia Intensiva) do hospital.

O quadro evoluiu em 14h e os exames constataram derrame pleural, que é o acúmulo excessivo de líquido nos pulmões. De acordo com o médico infectologista Rivaldo Venâncio, o derrame é sintoma de infecção respiratória grave que pode ocorrer em vários casos, incluindo H1N1.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário