A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/04/2009 19:14

Homem é preso por abastecer Scânia com cheque adulterado

Redação

Foi preso hoje, por volta das 8h50, Wellington Barbosa de Souza, 28 anos, por ter aplicado golpe com cheque adulterado no posto de gasolina Querência, situado na BR-163, perto de Coxim. Ele havia abastecido R$ 800 de combustível no veículo Scânia, placas KOL-3471, de Paraíba, acoplado ao semi-reboque de placas LWJ-0081 e repassou à direção do estabelecimento um cheque de R$ 1.510,00, preenchido eletronicamente.

O problema foi que após o frentista entregar a Wellington o troco de R$ 700 em dinheiro, acabou solicitando sua documentação, com o intuito de averiguar se o nome dele conferia com o do cheque, cujo titular é José Roberto Lima Silva. Com desculpa de que havia esquecido seus documentos no posto fiscal do município de Sonora, Wellington disse que iria até o local buscá-los e saiu do posto.

Nesse momento a folha de cheque foi fiscalizada e, de acordo com Clodoaldo Concha, 38 anos, chefe do posto, foi constatado que se tratava de um clone de um cheque emitido em janeiro desse ano, preenchido no valor de R$ 3.376,00, já liquidado no banco sacado.

Em boletim de ocorrência registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Coxim, Clodoaldo afirmou que Wellington lhe apresentou dois CRLVs (Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo) da Scânia para constar no verso do cheque, sendo que um foram anotadas as placas HZN-7440 e GML-1166.

Após a checagem do cheque adulterado, Clodoaldo se deslocou para seguir o caminhão, sendo que em certa altura da rodovia, a respectiva Scânia estava retornando no sentido de Coxim. Após a ultrapassagem, Clodoaldo avisou a PRF (Polícia Rodoviária Federal) sobre as características do veículo.

Durante a abordagem, os policiais perceberam que havia outra pessoa junto com Wellington, identificada pelo nome de Salomão. O golpista disse que o passageiro não teve participação no golpe.

Diante dos fatos, Wellington foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Coxim, juntamente com o cheque e o dinheiro apreendidos, sendo que o caminhão ficou apreendido no pátio da PRF da cidade. No local, Wellington confessou que havia comprado a folha de cheque, já preenchida, pelo valor de R$ 50 de um desconhecido.

Ele foi autuado em flagrante e encaminhado à cadeia pública do município.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions