A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/02/2009 08:40

Homem é seqüestrado e bandido faz compra com cartão dele

Redação

Campo Grande teve mais um caso de seqüestro na noite dessa segunda-feira. Já é o terceiro caso em uma semana. Dessa vez, os bandidos fugiram levando o carro, documentos e celular da vítima, de 57 anos, e ainda fizeram compras com o cartão de crédito dela.

Elízio (o sobrenome será preservado por questões de segurança), contou à Polícia Civil que estava no salão onde guarda aeromodelos, na Vila Margarida, e por volta de 22 horas foi rendido por três bandidos.

Segundo relato dele, a porta do local estava aberta e por isso o trio entrou sem qualquer dificuldade. Um deles, com um revólver, anunciou o assalto e mandou Elízio entrar no carro dele, um Honda Fit.

Ele ficou no banco de trás, de cabeça baixa e sempre com a arma apontada em sua direção. Depois de um tempo trafegando pela cidade, Elízio foi colocado no porta malas e levado para uma construção abandonada, com duas divisões, que serviu como cativeiro.

Assim que chegaram ao local, os bandidos jogaram uma camiseta no rosto de Elízio. Em seguida, o autor que estava com a arma, fez uma filmagem do rosto da vítima com o celular.

O assaltante que estava armado obrigou Elízio a passar a senha do cartão de crédito. Ele passou e então o bandido saiu com o carro dele, que no cativeiro ficou em um colchão.

Após alguns minutos, o bandido retornou para perguntar qual dos cartões era possível utilizar e não voltou mais. Elízio ficou no local com outros dois bandidos por cerca de seis horas.

Um dos bandidos disse á vítima que tem apelido de cabeça e tem 22 anos. Este chamava o comparsa de tio, e, segundo relato da vítima, ambos possuem semelhança física.

Por volta de 4h20 os autores receberam uma ligação e todos pularam a janela do cativeiro, andaram por cerca de 500 metros e depois de acenar para uma pessoa, mandaram a vítima a seguir reto que sairia na rodovia.

Elízio então pegou um coletivo na saída para Três lagoas e um depois um táxi para chegar até a residência dele, onde constatou que, com o cartão dele, os autores gastaram o total de R$ 104 em dois postos de combustíveis, R$ 104,68 na Drogaria Alvorada e R$ 155,93 no Extra Hipermercado. Ainda tentaram retirar dinheiro em um caixa eletrônico.

A vítima disse ainda à Polícia que os bandidos que ficaram com cativeiro com ele receberam várias ligações, e em uma delas, disseram que não tinham conseguido uma caminhonete, e sim um Honda Fit.

Diante de vários casos de seqüestros relâmpagos, a Polícia Civil dá algumas dicas para evitar ser uma vítima:

Andar com vidros do carro fechados e com as portas travadas; não ficar muito tempo dentro do veículo com ele parado e procurar trafegar com velocidade compatível para evitar ter que parar em semáforo.

Também é importante ficar atento à pessoas que estejam próximas ao seu veículo e se houver suspeitas, não se aproximar, e evitar estacionar em locais muito escuros, sem movimento e afastado do local que pretende ir.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions