A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

08/11/2013 12:01

Idoso confessou assassinato e diz a Polícia que "foi mandado embora de casa"

Graziela Rezende

O casamento harmônico de 40 anos, conforme familiares do idoso Henrick Przybylek, 76 anos, não foi suficiente para evitar a tragédia que ocorreu na casa do casal na manhã desta sexta-feira (8), no bairro São Francisco, em Campo Grande. Para a Polícia, ele confessou ter assassinado a mulher, Kumiê Matsui, 65 anos, já que após uma discussão ele foi mandado embora de casa, segundo a delegada da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), Marília de Brito.

“Em conversa informal, ele disse que discutiu com a esposa, após ter sido mandado embora de casa e com isso ficou irritado, cometendo o crime. O depoimento com ele, no entanto, para saber mais detalhes ocorrerá durante a tarde”, afirma a delegada.

Na casa, familiares disseram a Polícia que Kumiê estava cuidando do idoso, que estava passando por tratamento psiquiátrico e teria realizado uma cirurgia recente na coluna. Há poucos dias, ele teria saído do repouso.

Logo após o crime, que seria por asfixia, o idoso teria informado a filha da morte. Ele, inclusive, estava com sangue nas mãos. Vizinhos, que jamais presenciaram qualquer desentendimento, disseram estar chocados com o crime. O polonês Henrick que passa por tratamento psiquiátrico, irá responder por homicídio, cuja pena mínima é de 12 anos de reclusão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions