ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Incêndio criminoso destrói um terço de fazenda em Coxim

Por Redação | 19/09/2009 08:00

Incêndio, que ao que tudo indica foi provocado por pessoas que tomavam banho em um córrego, destruiu um terço da fazenda Barra do Fortaleza, em Coxim, na sexta-feira.

O proprietário da área de 258 hectares, Antenor Zanin, 80 anos, foi informado sobre o incêndio por volta das 17 horas, segundo apurou o site Edição de Notícias.

Ele disse que atearam fogo em três pastos da propriedade e que esta é a quarta vez que a fazenda é incendiada. O prejuízo é estimado em R$ 50 mil e o tempo necessário para refazer a pastagem de dois a três meses. Na propriedade há 420 bovinos, mas não foram encontrados animais mortos, até o fim da noite de ontem.

Foram necessárias duas horas e meia de trabalho para controlar as chamas, que chegaram a ameaçar casas do bairro Nova Coxim. "O fogo chegou a cerca de 30 metros das casas", comentou o fazendeiro. O Corpo de Bombeiros utilizou 10 mil litros de água para combater as chamas.

A secretaria de Obras também auxiliou com um caminhão pipa e uma patrola. De acordo com Zanin, diversos moradores do Nova Coxim também ajudaram apagar o fogo.

Foi o segundo caso de incêndio no mesmo dia, ambos com indícios de serem criminosos. Por volta das 13 horas, funcionários de uma plantação de eucalipto, que pertence ao ex-prefeito Moacir Kohl, constataram que parte do local estava em chamas.

O fogo destruiu cerca de 20 hectares de eucalipto. A plantação é de 400 hectares. Em nenhum dos casos foi registrado boletim de ocorrência.