A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

10/01/2008 06:15

Índio de 17 anos se enforca na Bororó, em Dourados

Redação

O índio Eberton Batista da Silva, de 17 anos, se enforcou na noite de ontem na aldeia Bororó, em Dourados. Foi o primeiro caso de suicídio indígena deste ano. O adolescente usou um cinto de tecido que amarrou em uma árvore, próximo de sua casa. O corpo foi encontrado pelos que, desesperados, não esperaram a perícia e retiraram o filho do local.

O suicídio entre índios já é um problema de saúde pública em Mato Grosso do Sul. Conforme a Funasa, foram 42 casos no ano passado, a maior parte deles envolvendo jovens da etnia caiuá-guarani. A raiz do problema é a questão fundiária e as distorções sociais causadas pela proximidade entre as aldeias e a cidade, além do alcoolismo. Para enfrentar o problema a Fundação está atuando com psicólogos nos pólos de Mato Grosso do Sul.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions