A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

17/11/2011 22:01

Instituições públicas são maioria entre as que receberam nota máxima do MEC

Amanda Cieglinski, da Agência Brasil

Das 27 instituições de ensino superior com nota máxima no Índice Geral de Cursos (IGC), 16 são públicas e 11 são privadas. O indicador, construído a partir da avaliação dos cursos oferecidos por uma instituição, varia de 1 a 5. Estes 27 estabelecimentos de ensino foram os únicos com conceito 5 entre todas as 2.176 escolas avaliadas.

Os três primeiros lugares do IGC 2010 ficaram com instituições particulares: a Escola Brasileira de Economia e Finanças (Ebef) da Fundação Getulio Vargas (FGV), do Rio de Janeiro (RJ) , a Faculdade de Administração de Empresas (Facamp), de Campinas (SP) e a Escola de Economia de São Paulo (Eesp).

Entre as instituições públicas de ensino superior, o melhor resultado foi o da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que aparece em quarto lugar. A Unicamp participou do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) pela primeira vez em 2010. Por ser estadual, a Unicamp não é obrigada a participar da avaliação, que é o principal componente do IGC e de outros indicadores do ministério. O ministro da Educação Fernando Haddad, destacou o desempenho da instituição e reforçou o convite para que a Universidade de São Paulo (USP), que também é estadual, também participe do Enade.

O Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) completa a lista das cinco melhores do país. A universidade federal com melhor resultado é a de Lavras (Ufla), que aparece na 12ª posição. Confira a lista das 27 instituições com nota máxima em 2010:

1 - Escola Brasileira de Economia e Finanças (Ebef -FGV), Rio de Janeiro (RJ) – privada

2 - Faculdade de Administração de Empresas (Facamp), Campinas (SP) – privada

3 - Escola de Economia de São Paulo (Eesp), São Paulo (SP) – privada

4 - Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas (SP) – pública

5 - Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), São José dos Campos (SP) - pública

6 - Faculdade de Odontologia São Leopoldo Mandic, Campinas (SP) – privada

7 - Ínsper Instituto de Ensino e Pesquisa, São Paulo (SP) – privada

8 - Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV-EAESP), São Paulo (SP) – privada

9 - Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho (EG), Belo Horizonte (MG) – pública

10 - Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (Ebape-FGV), Rio de Janeiro- privada

11 - Faculdade Fucape, Boa Vista (RR) – privada

12 - Universidade Federal de Lavras (UFLA), Lavras (MG) – pública

13 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre (RS) - pública

14 - Instituto Militar de Engenharia (IME), Rio de Janeiro (RJ) – pública

15 - Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (Faje), Minas Gerais (MG) – privada

16 - Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), São Paulo (SP) – pública

17 - Faculdade de Economia e Finanças IBMEC (IBMEC), Rio de Janeiro (RJ) – privada

18 - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte (MG) – pública

19 - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), São José do Rio Preto (SP) – pública

20 - Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos (SP) – pública

21 - Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa (MG) – pública

22 - Faculdade de Tecnologia de Mococa (Fatec), São Paulo (SP) - pública

23 - Centro Universitário Municipal de São José (USJ), São José (SP) – pública

24 - Escola de Direito de São Paulo (Direito GV), São Paulo (SP) – privada

25 - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro (RJ) – pública

26 - Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Uberaba (MG) – pública

27 - Universidade Federal de Itajubá (Unifei), Itajubá (MG) - pública

MS tem 14 cursos superiores com nota baixa em avaliação do MEC
De um total de 4.143 cursos avaliados em 2010 pelo Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes ), 594 não atingiram resultado satisfatório, co...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions