A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

08/06/2017 08:05

Adolescente que esfaqueou diretor presta depoimento e é liberado

Protegido pelo ECA (Estatuto da Criança e Adolescente), jovem foi liberado após prestar depoimento

Renata Volpe Haddad
Câmera da escola flagrou momento em que adolescente pulou o muro depois de esfaquear diretor pelas costas. (Foto: Reprodução)Câmera da escola flagrou momento em que adolescente pulou o muro depois de esfaquear diretor pelas costas. (Foto: Reprodução)

Adolescente de 16 anos, acusado de esfaquear o diretor Marlon Morch, 35, na noite de terça-feira (6), foi apreendido no começo da tarde de ontem (7). Ele prestou depoimento e foi liberado em seguida. O crime aconteceu dentro da Escola Estadual Antônio Fernandes, em Naviraí, distante 366 km de Campo Grande.

Após o crime, o acusado pulou o muro da escola e fugiu. Policiais militares e civis realizaram buscas pelo garoto, mas ele não havia sido encontrado. Os pais dele também disseram que ele não tinha ido para casa, mas quando chegasse, os mesmos o levariam à delegacia.

Conforme informações do site Tá na Mídia Naviraí, os pais chegaram na delegacia no começo da tarde de ontem com o adolescente.

Em depoimento, o acusado confessou o crime, chorou e disse que estava arrependido com o que tinha feito. Ele disse que um dia antes de cometer o crime, se desentendeu com o diretor dentro do banheiro, quando Marlon o repreendeu por estar matando aula. Essa discussão teria motivado o crime.

Amparado pela lei do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), após prestar depoimento, o jovem foi liberado. Foi feito um pedido para que o adolescente seja internado na UNEI (Unidade Educacional de Internação), mas a Justiça ainda não acatou o pedido.

O diretor que foi esfaqueado duas vezes, nas costas e no braço, passou por duas cirurgias. Uma facada perfurou o pulmão e ontem ele precisou retirar o baço. Marlon não corre risco de morte.

Agressivo - Colegas de colégio do adolescente, incluindo os outros dois jovens que estavam com o garoto no momento do crime, confirmaram o “instinto” agressivo do garoto. A câmera da escola filmou a agressão. Ele não tinha passagem pela polícia até o crime e nenhum registro de agressão no colégio. 

Jovem é atingida por tiros após discussão com homem em bar
Mulher de 20 anos ficou gravemente ferida ao ser atingida por dois tiros disparados por um homem que ainda não foi identificado. O crime aconteceu po...
Oficial da polícia reage a roubo no meio da rua e mata assaltante a tiros
Danilo Araújo Montania, 22, morreu ao ser atingido por tiros disparados por um homem que ele tentava roubar. O caso aconteceu na noite de ontem (25),...



Como sempre protegendo vagabundo tenho é nojo desses povo ECA mesmo q nojo. #ApoioLeiHarfouche fez merda tem que pagar mesmo, sujou limpou.
 
Junior Souza em 08/06/2017 16:36:21
Mas que beleza! da próxima vez, mata um professor.Eita paíszinho de quinto mundo!É nisso que dá essa MALDITA LEI de proteção a Adolescentes Bandidos!
 
Barbarossa em 08/06/2017 11:43:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions