A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/10/2016 19:50

Advogado que acusou delegado de agressão é solto após ação na Justiça

Nyelder Rodrigues
Advogado foi solto após Justiça conceder liberdade provisória (Foto: Reprodução/Jornal do Povo)Advogado foi solto após Justiça conceder liberdade provisória (Foto: Reprodução/Jornal do Povo)

Foi solto no início da noite deste sábado (8) o advogado Ruvoney Otero, preso ontem (7) à tarde após um desentendimento com o delegado Messias Pires, titular da 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de Três Lagoas - cidade localizada a 338 km de Campo Grande. O caso ganhou repercussão após Otero ter acusado o delegado de agressão física.

O advogado conseguiu a liberdade provisória e contou com auxílio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) para ingressar com a ação e ser solto um dia após ser detido em flagrante. Apesar de livre, foram impostas medidas cautelares contra ele, como a proibição de ir à sede do Detran de Três Lagoas por 60 dias e obrigação de comparecer em juízo mensalmente.

Além disso, a decisão do juiz Rodrigo Pedrini Marcos afirma que Otero não conseguiu provar que foi alvo de agressões do delegado - o laudo pericial constatou cinco lesões leves no advogado - e que o advogado não estava no exercício da profissão.

Ruvoney Otero foi ao Detran para tentar liberar o veículo de um cliente, uma van apreendida em setembro por suspeita de ser usada para a prática de crime eleitoral em Três Lagoas. Durante o atendimento, ele começou a discutir com o delegado Messias, evoluindo para uma briga.

O delegado nega ter agredido Otero, que diz ter levado um soco de Messias. Uma foto do advogado com o rosto ensanguentado circulou nas redes sociais. A OAB-MS emitou nota de repúdio contra a situação e cobrou medidas. Já a Adepol (Associação dos Delegados e Polícia) defendeu Messias, afirmando que ele foi atacado pelo advogado.

Na saída da delegacia hoje, Otero deixou a cela da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Três Lagoas com um curativo no nariz, uma sacola e um colchão de espuma, vestindo ainda a mesma rouba com a qual foi preso ontem.

*matéria alterada às 22h para correção e acréscimo de informações

Adepol divulga nota em apoio a delegado acusado de agredir advogado
A diretoria da Adepol/ MS (Associação dos Delegados de Polícia de Mato Grosso do Sul) divulgou na manhã deste sábado (08), uma nota declarando apoio ...
Homem morre após levar tiro de chumbinho no peito
Na manha de hoje (13), um homem foi morto por um tiro acidental por uma espingarda de chumbinho, no bairro Vila Nova, em Três Lagoas, distante há 338...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions