A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

06/04/2019 15:35

Agente de saúde de Campo Grande é preso com pescado ilegal na MS-354

Funcionário público levava dois cacharas fora da medida permitida e foi multado em mais de R$ 1 mil

Ronie Cruz
Pescados apreendidos em fiscalização na região da Ponte do Grego (Foto: Divulgação/PMA)Pescados apreendidos em fiscalização na região da Ponte do Grego (Foto: Divulgação/PMA)

Um agente de saúde de Campo Grande foi preso nessa sexta-feira (5) por pesca predatória após capturar peixes fora da medida permitida. Ele foi flagrado com o pescado por policiais militares ambientais durante fiscalização na MS-354, na região da Ponte do Grego, em Terenos, a 25 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a PMA, o funcionário público de 57 anos foi abordado em um veículo Ford Fiesta com dois exemplares de peixes da espécie cachara que mediram 72 centímetros de 6 kg, isto é, abaixo do tamanho mínimo de captura que é de 83 centímetros para a espécie. O pescado e o veículo foram apreendidos.

O infrator foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Terenos, juntamente com o material apreendido, e autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória. Caso seja condenado, a pena é de um a três anos de detenção.

Além disso, o agente também foi autuado administrativamente e terá de pagar uma multa de R$ 1.120,00. A PMA informou que o pescado será periciado e, em seguida, doado para instituições de caridade.

Operação - O agente municipal de saúde está entre os sete presos e autuados na operação contra pesca predatória realizada pela PMA em Mato Grosso do Sul. Além desse total, uma pessoa foi autuada por desmatamento e outra autuada por extração ilegal de minério. A ação envolve 270 policiais, helicóptero, 15 lanchas e barcos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions