A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

19/09/2019 16:19

Agentes antidrogas destroem roças de maconha cultivadas por índios

Plantação de maconha foi descoberta hoje pela polícia paraguaia a 70 km do território sul-mato-grossense

Helio de Freitas, de Dourados
Lavoura de maconha descoberta em propriedade a 70 km de Paranhos (Foto: Divulgação)Lavoura de maconha descoberta em propriedade a 70 km de Paranhos (Foto: Divulgação)

Agentes do Departamento Antinarcóticos da Polícia Nacional do Paraguai descobriu nesta quinta-feira (19) uma lavoura de maconha cultivada por índios na propriedade onde eles eram empregados. O cultivo ficava na comunidade Veraro, em Maracaná, no Departamento (equivalente a estado) de Canindeyú, a pelo menos 70 km de Paranhos (MS).

De acordo com agentes antidrogas da Polícia Nacional, as roças de maconha ocupavam quatro hectares na fazenda pertencente a Juan Carlos Villalba. A polícia vai investigar se ele tem ligação com o cultivo da droga.

Além dos pés e maconha que foram cortados, os policiais encontraram droga picada em acampamento precário no meio da mata. Depois de seca, a erva seria prensada e transformada em tabletes.

Toda a droga encontrada na propriedade foi destruída por ordem do promotor de Justiça de Curuguaty Lucrecio Cabrera, que acompanhou a operação. Ninguém foi preso. O governo paraguaio adota política de tolerância com os trabalhadores rurais que atuam no cultivo de maconha por entender que eles aceitam trabalhar para os traficantes por falta de outra forma de sobrevivência.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions