ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Agentes comunitários recebem capacitação durante Caravana

Priscilla Peres | 10/06/2015 13:17
Capacitação foi ministrada para 200 agentes. (Foto: Notícias MS/Governo do Estado)
Capacitação foi ministrada para 200 agentes. (Foto: Notícias MS/Governo do Estado)

A Caravana da Saúde chegou a Três Lagoas - distante 338 km da Capital, com a previsão de realizar 2.200 cirurgias oftalmológicas e 6 mil consultas durante 10 dias. Hoje, 200 profissionais participaram de capacitação sobre as principais ações voltadas aos cuidados contra a dengue, chukungunya e zika além de trabalhos voltados à vigilância ambiental.

Para o coordenador de controle de vetores da Secretaria de Estado de Saúde (SES) Gilmar Ribeiro, a capacitação tem como principal objetivo reforçar as ações realizadas pelos agentes junto à população, além de esclarecer duvidas sobre doenças que possam chegar a Mato Grosso do Sul.

“Os agentes atualmente buscam não apenas vistoriar residências e conscientizar os moradores como também informar até mesmo as crianças para que os cuidados a doenças como a dengue sejam uma preocupação de todos. A capacitação nos dá mais informações para que possamos reforçar as ações a cada visita”, destacou Edvalcir Wagner Neres, que atua há 16 anos como agente de endemias em Água Clara.

Para a agente comunitária de saúde Juliana Tramarim, a proximidade com a população é muito importante para que cada vez mais a conscientização sobre doenças como a dengue e chikungunya possam registrar redução de casos.

A Oficina para Agentes faz parte da programação da Caravana da Saúde e já passou pelo município de Bataguassu, com a participação de mais de 70 agentes. A Oficina é direcionada aos profissionais que atuam nos municípios da microrregião de Três Lagoas: Água Clara, Bataguassu, Selvíria, Santa Rita do Pardo e Brasilândia.

“O objetivo da capacitação é trabalhar junto aos agentes de saúde a conscientização da população sobre os cuidados a serem tomados contra a dengue, chikungunya e o vírus zika. Mostramos para eles dados e informações sobre como lidar com este tipo de doença e sua prevenção”, afirmou Gilmar.

Nos siga no Google Notícias