A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017

26/05/2015 22:00

Agentes pedem mudança em penitenciária estadual de Dourados

Valéria Araújo - Dourados Agora
Penitenciária Estadual de Dourados
(Foto: Divulgação)Penitenciária Estadual de Dourados (Foto: Divulgação)

Agentes penitenciários estão pedindo mudanças na administração do Presídio Estadual de Dourados. Mais de 30 profissionais procuraram o jornal Dourados Agora, assim como o Ministério Público Estadual e o judiciário criminal de Dourados para tratar do assunto. Supostas irregularidades que estariam acontecendo na PED foi protocolada no MP.

Os profissionais fizeram um abaixo-assinado em que 61 dos 65 agentes assinaram o pedido de troca na direção do presídio. Eles afirmam que o motivo do pedido está relacionado a decisões supostamente arbitrárias, e perseguições sofridas pela categoria. Eles dizem que há mais de 10 anos passam por situações como assédio moral, mas que somente nos últimos anos com a formação e atuação do Sindicato dos profissionais é que tiveram forças para começar a denunciar.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes penitenciários de MS, André Santiago, os servidores não foram ouvidos pelo Conselho Institucional de Segurança Pública (Coised) . Todos os seus membros defenderam na semana passada a permanência da atual direção da PED. O sindicato também questionou se o fato do atual diretor Joel Rodrigues Ferreira pertencer ao conselho não teria influenciado os demais membros.

“Nós não temos mais como conviver com a atual direção e estamos pedindo mudanças .A Agepen tem muita gente capacitada e que pode fazer um bom trabalho na unidade. Para se ter ideia, a promulgação da lei 2518/2002 exigiu que para ingressar na carreira é necessário nível superior. Ninguém é insubstituível”, destaca.

Eles afirmam que se não houver troca, pretendem abrir mão das horas extras, o que segundo eles poderia gerar uma queda de 50% nos atendimentos da PED, como visitas e atendimentos educacionais, além de queda no plantão. Eles denunciam ligações de parentesco em órgãos fiscalizadores dentro do Presídio com a direção, o que, não daria credibilidade nos laudos. Outras denúncias de supostas irregularidades dentro da PED foram encaminhadas ao MP ontem.

Outro lado

O diretor do Presídio Joel Rodrigues não foi localizado para falar sobre as afirmações do Sindicato. O presidente do Coised, coronel Ary Carlos Barbosa, comandante da Polícia Militar, disse que o Coised integra as mais importantes e respeitadas instituições de segurança e justiça de Dourados e pauta-se pela intransigente defesa da ética, da legalidade e da moralidade, buscando a promoção de segurança pública eficiente e eficaz à sociedade. “Além disso o Coised não compactua com qualquer ato ilícito, tampouco apoia quem não mereça. Interesses corporativos não devem devem sobrepor-se ao interesse público e social. Segurança pública e penitenciária exige pessoas isentas, técnicas e sem subserviência a políticos. Nesse sentido, é que o Coised exteriorizou preocupação com movimentos ocultos e com fins ainda não explícitos, que podem afetar uma boa gestão e projetos importantes”, destaca, observando que o pedido de permanência de Joel é resultado do trabalho que ele vem apresentando e que todas as denúncias apresentadas não foram comprovadas.

“Elas [as denúncias] me parecem infundadas, mas se comprovadas, seremos os primeiros a retirar o apoio a permanência dele”, observa. O juiz corregedor dos presídios, César de Souza Lima, da 3ª Vara Criminal de Dourados e o promotor de Justiça Juliano Albuquerque, que não são do Coised, também se posicionaram contra a substituição da administração da PED.

Choque faz reintegração de posse em fazendas invadidas por sem-terra
Policiais do Batalhão de Choque fazem na manhã desta quarta-feira (28), reintegração posse em duas fazenda no município de Nioaque - distante 179 km ...
Policiais suspeitam de carreta estacionada e encontram 620 kg de maconha
Investigadores suspeitaram de um carreta estacionada e encontraram em fundo falso, mais de 600 quilos de maconha. O caso aconteceu por volta de 15h d...
Corpo de pescador que estava desaparecido há quatro dias é encontrado boiando
O corpo do pescador João Dias da Silva, 54, desaparecido desde sexta-feira (23), foi encontrado às margens do rio Paraná, ontem (27) em Naviraí, dist...
Homem fica ferido ao ser esfaqueado na cabeça após discutir com colega
Homem de 45 anos ficou gravemente ferido ao ser esfaqueado várias vezes na cabeça por um colega, que foi identificado, mas não foi preso. O crime aco...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions